| Lpinaye/Wikimedia Commons
| Foto: Lpinaye/Wikimedia Commons

Confira uma seleção de 10 fragmentos de “Grey: Cinquenta Tons de Cinza pelos Olhos de Christian” para ilustrar um pouco o clima do livro novo da série milionário criada por E.L. James.

(Nota: algumas imagens podem soar desagradáveis, ou mesmo apelativas, para alguns leitores.)

Lançamento do livro no Brasil, pela editora Intrínseca, ocorre nesta sexta-feira (18).

*

1. Christian Grey, num acesso de ciúmes (p.28):

Ela vai até ele e o filho da puta a engole em um abraço de urso. Meu sangue congela. É uma reação primitiva.

Tire suas malditas patas de cima dela.

2. Grey e Ana quase se beijam (p.43):

– Anastasia – sussurro –, você deve ficar longe de mim. Eu não sou homem pra você. [...]

– Obrigada.

– Pelo quê?

– Por me salvar.

E quero dizer a ela que a estou salvando de mim...

Cena do filme “Cinquenta Tons de Cinza”. Divulgação

3. Quando o que mais dói é o coração (p.62):

Há uma marca de contusão já sumindo em seu joelho, e me pergunto se é do tombo que ela levou na minha sala.

Ela está marcada desde então... como eu.

4. Grey sendo um homem mau (p.126-127):

Quando mordo a parte fofa do seu dedo mindinho com um pouco mais de força, sua pélvis se move e ela geme. [...]

– Ah, por favor – implora ela quando chupo e mordo seu mindinho.

5. Uma boa metáfora (p.195):

– Espero que goste de ostra – comento com Ana, quando o garçom sai.

– Nunca comi.

[...]

– Hum, que delícia. Tem gosto de mar.

Ana (Dakota Johnson) sofre nas mãos de Christian. Divulgação

6. Invenção de linguagem (p.277):

– Desliga você – sussurra.

Ela não quer desligar e meu humor melhora imediatamente. Sorrio para a vista de Seattle.

– Não, desliga você.

– Não quero.

– Nem eu.

7. JD (p.294):

Dentro do meu closet, tiro toda a roupa e pego minha calça jeans favorita na gaveta. Meu JD. Jeans de Dominador.

8. Estranhamentos (p.340):

– Você me acha estranho?

Ana, baby, “estranho” é meu segundo nome.

9. Um cavalheiro se deliciando (p.459):

Beijo-a na testa, depois saio da cama, pois aquele sentimento sinistro me invade mais uma vez. Afastando-o, abotoo a braguilha e estendo a mão para ajudá-la a descer da cama. Quando ela fica de pé, eu a puxo para os braços e a beijo, me deliciando com o seu sabor.

10. Um cavalheiro refinado (p.461):

Chopin me conforta. As notas sombrias combinam com meu humor e toco repetidas vezes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]