Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Curitiba planeja vacinar adolescentes sábado. Por que outras cidades já estão vacinando?
| Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

A vacinação contra Covid-19 de adolescentes sem problemas de saúde em Curitiba deve começar sábado (2). "Sábado devemos iniciar o chamamento dos adolescentes sem comorbidades de 16 e 17 anos, que é a possibilidade que tempos para vacinar", informou nesta terça a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, em sessão para prestar contas da pandemia na Câmara Municipal de Curitiba.

RECEBA NO WHATSAPP NOTÍCIAS DE CURITIBA

Em alguns municípios do Paraná, como Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), a imunização do público de 12 a 17 anos sem problemas de saúde já começou nesta terça. Neste caso, as prefeituras estão usando doses remanescentes da reserva técnica, conforme o acordo feito pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) com o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems-PR) semana passada. Até agora, o Ministério da Saúde só enviou doses para aplicação em adolescentes com comorbidade, deficiência, além de grávidas, menores que tiveram filho há 45 dias, indígenas e jovens privados de liberdade.

Curitiba optou por não utilizar a reserva técnica na imunização de adolescentes sem problemas de saúde. Com isso, a vacinação começará depois, no sábado, após o Ministério da Saúde enviar doses para este público.

O governo estadual informa que as primeiras remessas de doses exclusivas para adolescentes sem problemas de saúde devem chegar ao Paraná nos próximos dias. " A Sesa aguarda os lotes para também acelerar a vacinação deste público. Mas reforça que tendo doses, as Secretarias Municipais de Saúde podem seguir com a imunização", explica o governo do estado sobre a aplicação das doses da reserva técnica no público adolescente.

Outras cidades

O Cosems-PR confirma que alguns municípios, como Pinhais e Guaraqueçaba, no Litoral, estão aplicando as doses da reserva técnica nos adolescentes enquanto os lotes do Ministério da Saúde não chegam. "Para que a iniciativa tenha continuidade e seja realmente efetiva é necessário que haja a distribuição de doses com essa finalidade de maneira suficiente por parte do Ministério da Saúde", reforça o conselho em nota.

Em Pinhais, a vacinação dos adolescentes sem problemas de saúde começou com o público de 17 anos. A estimativa é imunizar s 2.088 jovens dessa idade e depois baixar para as outras faixas etárias. Segundo a prefeitura de Pinhais, além da reserva técnica, há possibilidade de se utilizar parte das 1.254 doses já recebidas para os adolescentes com comorbidades. A procurada vacina desse público, segundo a prefeitura, está baixa, possibilitando que parte desse estoque vá para os adolescentes sem problemas de saúde.

Já em Guaraqueçaba a vacinação de adolescentes foi retomada já semana passada, na segunda-feira (20), logo após o Ministério da Saúde rever o posicionamento e autorizar novamente a imunização do público de 12 a 17 anos. A pequena cidade do Litoral foi a primeira a iniciar a vacinação de adolescentes, já que foi a primeira a concluir a aplicação da primeira dose no público adulto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]