Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Picasa/Nasa
| Foto: Picasa/Nasa

Depois de mobilizar curitibanos para olhar para os céus no dia 14 de novembro, a Estação Espacial Internacional (EEI) ficará novamente visível de Curitiba nos próximos dias. Apesar de acontecer com frequência, a passagem da EEI pela região nem sempre é tão nítida. Esse foi o diferencial no dia 14 e também pode ser neste sábado (2), quando alguns minutos de luz intensa garantem uma visão clara da plataforma. Isso se a nebulosidade da capital não atrapalhar, é claro.

Veja a tabela com as próximas passagens da estação por Curitiba

Quem quiser garantir que verá a EEI, porém, vai precisar acordar cedo: a estação passará pela capital entre 4h49 e 4h53, tendo o ápice por alguns segundos. A explicação vem do diretor do Parque da Ciência, Anisio Lisievicz: “Quanto maior a altitude em que a estação estiver, maior o tempo em que ela permanece iluminada e maior o brilho”, esclarece.

Leia também: Confira os principais fenômenos astronômicos previstos para 2018

Além disso, a visualização também depende da quantidade de luz na própria Terra - que pode ofuscar o brilho da EEI. Esse é o motivo para que, segundo o diretor, a estação seja melhor vista um pouco antes do por sol ou um pouco antes nascer do sol - caso deste sábado (2).

Pela mesma razão, observar a estação de dentro da cidade pode ser uma tarefa um pouco difícil. “O melhor é ficar afastado de centros urbanos, que tem muita luz artificial e atrapalham qualquer observação do céu, explica.

Leia também: Aprenda a observar estrelas e outros eventos astronômicos em Curitiba

Já para saber o quão brilhante estará a EEI, basta se atentar à medida chamada de magnitude. “Quanto mais negativo for esse número durante a passagem, mais clara estará a estação”, orienta Lisievicz. Também é possível acompanhar a passagem da estação por Curitiba por meio de alguns sites e aplicativos. Entre eles, Lisievicz indica o app ISS Detector ou o site Heavens Above.

Estação Espacial

Construída entre 1998 e 2011, a Estação Espacial Internacional é uma espécie de laboratório em órbita desenvolvida em colaboração com 15 países para a realização de pesquisas e análises fora da órbita da Terra. O Brasil não participa dessa operação internacional.

Veja a tabela completa com as próximas passagens da EEI por Curitiba

Colaborou: Cecília Tümler

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]