i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Parte de obra da Bienal de Curitiba desaparece do Museu Oscar Niemeyer

Escultura do artista chinês Liu Ruowang tem quase três metros de comprimento e vinha sendo alvo de críticas de deputado estadual

  • PorJoão Frey
  • 17/02/2018 13:04
Escultura do artista chinês Liu Ruowang , sem o macaco que a compunha | Divulgação/Bienal
Escultura do artista chinês Liu Ruowang , sem o macaco que a compunha| Foto: Divulgação/Bienal

Parte de uma obra do artista chinês Liu Ruowang – que integra a programação da Bienal de Curitiba – sumiu do Museu Oscar Niemeyer (MON). A escultura de quase três metros de comprimento estava exposta desde outubro na área externa do museu, próxima a área conhecida como Parcão.

Segundo o presidente da Bienal, Luiz Ernesto Meyer Pereira, a parte superior da obra, que representava um macaco, sumiu. Ele afirmou que já está em contato com a segurança do museu para buscar imagens que possam ajudar na solução do caso. De acordo com a Bienal, a notificação do desaparecimento foi feita no dia 13 de fevereiro, pelo MON.

Segundo Pereira, apesar de estar no Museu Oscar Niemeyer, a obra está sob responsabilidade da Bienal, que a trouxe da China por meio de uma cooperação com o Ministério da Cultura chinês.

LEIA MAIS:Cuidadora de idosos é presa em flagrante após furtar R$ 70 mil em joias dos patrões

Segundo Glaci Ito, coordenadora de comunicação do MON, o museu está tomando as providências necessárias para apurar o fato. As imagens das câmeras de segurança já estão sendo coletadas encaminhadas para os organizadores da Bienal. Glaci não confirmou se as imagens feitas captaram o momento do desaparecimento da obra. 

Ela reafirmou que a exposição não é de responsabilidade do museu e que a escolha de expôr a obra na área externa do prédio foi dos organizadores da Bienal.

A escultura completaDivulgação/Bienal

Obra foi alvo de crítica de deputado

Uma semana antes de desaparecer parcialmente, a obra do artista chinês foi alvo de críticas do deputado estadual Missionário Ricardo Arruda (PEN), ligado à bancada evangélica. Para o deputado, o livro representado na escultura é uma Bíblia. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, ele afirmou que a obra é um desrespeito com os cristãos. 

“O que você acha disso aqui? [perguntando aos seus seguidores] Não será uma inversão de valores, contrariando a teoria que quem criou o mundo e nos deu vida foi Deus? Não seria uma desrespeito a quem é cristão e crê na palavra de Deus?”, questionou. 

LEIA TAMBÉM:Morre passageiro baleado em ônibus em Curitiba

“No Paraná, no Brasil, a maior parte da população é cristã. Aquele livro é uma bíblia e tem um macaco no meio. Esse tipo de obra é uma afronta”, afirmou o deputado à Gazeta do Povo

Sobre o sumiço de parte da escultura, o deputado disse que a segurança do museu deveria ser reforçada com a instalação de câmeras. 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.