i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ocorrências

PM amplia atendimento pelo app 190 para celulares iOS em Curitiba e RMC

  • PorAngieli Maros
  • 11/02/2019 12:13
Aplicativo para acionar a PM também passa a rodar em celulares da Apple | Cassiano Rosario/Gazeta do Povo
Aplicativo para acionar a PM também passa a rodar em celulares da Apple| Foto: Cassiano Rosario/Gazeta do Povo

O aplicativo de ocorrências da Polícia Militar, o APP 190, começa a operar também em celulares com sistema iOS a partir desta segunda-feira (11) . Disponível para smartphones Android desde outubro de 2018, o programa estará disponível na loja virtual da Apple a partir das 17h. Pelo sistema, moradores de Curitiba e região metropolitana podem acionar a PM, assim como fazem pelo telefone 190, que também segue operando.

Por enquanto, a facilidade é válida apenas para moradores de Curitiba e região metropolitana, mas a PM já estuda expandir o uso do app para todo o Paraná. No entanto, ainda não há uma previsão de quando isso vá ocorrer.

Leia também: PM prende 38 pessoas por perturbação de sossego em Curitiba e RMC

O aplicativo pode ser usado em situações emergenciais distintas. Na própria tela, o cidadão pode definir se a ocorrência se trata de perturbação do sossego, violência doméstica, acidente de trânsito ou “outros”. Para isso, depois de baixar o aplicativo gratuitamente, é necessário preencher um cadastro com informações pessoais como nome completo, RG e CPF. A PM garante o sigilo das informações do denunciante.

Na descrição da ocorrência, o usuário pode enviar mensagens, fotos e vídeos com duração de até 10 segundos que possam ajudar a PM no atendimento. No chat, ainda é permitido enviar à polícia até cinco mensagens diferentes. Depois disso, o sistema de conversa é bloqueado e só é liberado caso a equipe em atendimento necessite de informações adicionais.

Leia também: Após surto de sarna, presos de São José dos Pinhais são transferidos

Outras facilidades do programa é o acompanhamento em tempo real do atendimento, a possibilidade de avaliar a prestação do serviço e o registro automático do protocolo.

Telefone 190 continua

Apesar do investimento na nova tecnologia, a PM garante que não há intenção de que o aplicativo substitua o acionamento pelo telefone 190. “O objetivo não é reduzir, é ampliar mais formas do cidadão poder chamar a Polícia Militar. Nós temos o aplicativo agora, novas tecnologias virão, mas o 190 e o contato pessoal sempre vão permanecer”, garante o capitão Cláudio Pruss, do Centro de Operações Policiais Militares (Copom).

Segundo Pruss, uma das vantagens do aplicativo é que reduz a praticamente zero a possibilidade de trote na corporação. Isso porque o cadastro exigido do usuário é automaticamente ligado à plataforma Governo Digital, que concentra dados diversos do cidadão . “Se ele brincar com o sistema, que é um crime de trote, automaticamente eu posso tomar uma atitude com relação a isso”, alerta o capitão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.