i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Análise

Crise externa veio em bom momento para o Brasil, diz Financial Times

  • PorAgência Estado
  • 25/09/2008 08:23

A crise externa pode ter chegado em um bom momento para o Brasil afirmou o jornal britânico Financial Times em sua edição desta quinta-feira (25). Segundo o periódico, o cenário turbulento dos Estados Unidos e outras economias desenvolvidas deve ajudar a esfriar a economia nacional, sem deixar o crescimento econômico ficar muito longe do potencial do País.

A reportagem também diz que o Brasil está mais preparado para enfrentar a atual crise externa, mesmo não tendo se descolado totalmente do restante do mundo

O FT reconhece que os investidores estrangeiros já retiraram US$ 9,3 bilhões do mercado brasileiro desde o início do ano. Mas, ao contrário do que ocorreu no passado, a turbulência externa não foi amplificada no território nacional.

O jornal lembra que em 1982 os juros elevados nos EUA levaram o Brasil à inadimplência (default) e a economia ficou "de joelhos". Em 1998, com a crise da Rússia e da Ásia, o País teve de recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Agora, ao contrário, há otimismo. "Desta vez é diferente. Pelo menos, por enquanto", diz o FT. "Uma década de estabilidade econômica resultou na criação de empregos e no crédito mais barato, enquanto políticas sociais bem direcionadas levaram milhares de pobres ao mercado consumidor." A preocupação que ainda recai sobre o Brasil, afirma o FT, é doméstica: o nível elevado dos gastos públicos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.