i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crise imobiliária

EUA têm menor nível de venda de casas novas desde 91

Vendas de imóveis residenciais novos nos EUA recuaram 11,5% em agosto. Economistas previam vendas de 508 mil, ou queda de 1,4% em relação ao dado original de julho

  • PorAgência Estado
  • 25/09/2008 09:09

A crise imobiliária nos Estados Unidos continua preocupante. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Departamento do Comércio americano, as vendas de imóveis residenciais novos nos EUA recuaram 11,5% em agosto, para 460 mil, em taxa sazonalmente ajustada, para o menor nível em 17 anos, ou seja, desde 1991. Economistas previam vendas de 508 mil, ou queda de 1,4% em relação ao dado original de julho. Trata-se do quarto declínio nas vendas de residências novas em seis meses e, em comparação a agosto do ano passado, as vendas caíram 34,5%.

O departamento revisou os dados de julho para alta de 4%, para 520 mil; ante estimativa anterior de aumento de 2,4%, para 515 mil. Em junho, as vendas de novas residências foram revisadas para queda de 2,9%, para 500 mil. Anteriormente, o departamento havia calculado queda de 2,1% naquele mês, para 503 mil.

A mediana dos preços dos imóveis novos recuou 6,2%, para US$ 221 9 mil em agosto, em comparação a US$ 236,5 mil no mesmo mês do ano passado. O preço médio caiu 12,4% para US$ 263,9 mil, ante US$ 301,3 mil em agosto de 2007. Em julho, a mediana dos preços foi de US$ 234,9 mil e a média, US$ 299,1 mil.

Os estoques de residências tiveram declínio estimado para 408 mil imóveis à venda no final de agosto - menor nível desde agosto de 2004 -, em comparação a 427 mil em julho.

No entanto, devido à queda acentuada nas vendas, a relação entre imóveis novos à venda e imóveis vendidos, utilizada por analistas para ponderar oferta e demanda, subiu para 10,9 meses em agosto, ante 10,3 em julho. A estimativa anterior do governo para o mês de julho era de 10,1.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.