i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cassiano Mariani

Webber foi quem voou alto!

  • Poresportes@gazetadopovo.com.br
  • 11/07/2010 21:30

O Grande Prêmio da In­­glaterra prometia um domínio completo das Red Bull. Foi quase como o esperado. Quase, porque mais uma vez Vettel colocou tudo a perder na primeira curva e entregou de bandeja a vitória para seu companheiro Mark Webber. Aliás, o Australiano foi preterido pela equipe no sábado (a Red Bull levou duas asas novas. Vettel quebrou a sua e a cúpula da equipe sacou a de Mark e instalou no carro do alemão), teve que largar com a configuração antiga e venceu a prova. Red Bull deu asas para Vettel, mas Webber quem voou alto! No final, a frase que mostra indignação: "Nada mal para um segundo piloto". O clima dentro da equipe está mais que pesado. Essa nova condição pode entregar o mundial nas mãos da McLaren. Com um racha interno pode se esperar de tudo.

Vamos à corrida: Hamilton fez o dele e guiando forte garantiu o segundo lugar. Alonso e Massa parecerem dois garotos mimados na largada. Se tocaram e o brasileiro levou a pior novamente. Já Alonso foi punido por passar Kubica por fora da pista. A manobra não é tão discutível. Não tinha espaço para os dois na curva, mas como o "chorão" Alonso voltou na frente e não devolveu a posição, ganhou um "passeio" nos boxes para aprender. Punição correta! A atitude de Alonso que é discutível (criado por Briatore que não é exemplo de conduta para ninguém).

Barrichello fez mais uma corrida de gente grande com o fraco carro da Williams. A equipe mostra alguma evolução, provavelmente resultado do trabalho do piloto brasileiro. Ponto para ele. Outros que merecem destaque: Kobayashi, Button e Rosberg.

De negativo mesmo foi a dupla da Ferrari, Michael Schumacher e o "Tião" Vettel.

O capítulo Bruno Senna: ia correr e acabou ficando de fora. Falam que isso aconteceu por falta de dinheiro e o dono da equipe colocou o Yamamoto por ter dinheiro. Outros falam que Bruno teria reclamado do carro por e-mail e enviado sem querer para seu patrão. Como castigo ficou de "molho" neste fim de semana. Para mim, a história não está bem contada. Suspeito que a Hispania está tentando dar um golpe no patrocínio do brasileiro: tirar o piloto, ficar com a "grana", e dar as boas vindas para o dinheiro do japonês. Provavelmente os advogados estão estudando alguma brecha de contrato e multa. Assim, quando a patrocinadora do brasileiro for pedir o dinheiro de volta já seria tarde demais. Isso não é raro na Fórmula 1, mas é apenas uma teoria minha do que pode estar acontecendo. Até a próxima, no GP da Alemanha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.