Para Fernandes, jogo com o líder Botafogo vai apontar a real pretensão do Paraná na buscar pelo acesso | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Para Fernandes, jogo com o líder Botafogo vai apontar a real pretensão do Paraná na buscar pelo acesso| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Paraná tem a chance de provar, nas próximas duas rodadas da Série B, que a sequência de três vitórias no é um indício de que o time entrará mesmo na briga pelo acesso à elite do futebol nacional.

Nesta terça-feira (8), às 19 horas, no Rio de Janeiro, o desafio é nada menos que o líder Botafogo. Na próxima sexta-feira (11), em Curitiba, o rival é o Paysandu, hoje segundo colocado, com 40 pontos, dois atrás do clube carioca.

Os nove pontos somados nas últimas três rodadas animaram a torcida do Tricolor. A equipe – que antes flertava com a área da degola – abriu nove pontos da ZR, chegou a 32, e agora precisa definir qual será seu objetivo nos últimos 15 jogos da temporada.

Cenário que os próximos duelos devem ajudar a desenhar. “Vamos pegar uma equipe como o Botafogo, forte candidato ao acesso. É uma prova de fogo para que possamos ter a certeza do que queremos na competição”, resume o lateral-esquerdo Fernandes, que tem atuado como volante.

Para o técnico Fernando Diniz, dono de aproveitamento de G4 (55%) nas 12 partidas à frente do Tricolor, será preciso fazer mais do que na última rodada (1 a 0 sobre o Bahia) para bater o ponteiro da Série B.

Depois de trocar o comando técnico (Renê Simões por Ricardo Gomes) e vencer somente nove dos 24 pontos em disputa entre a 14.ª e a 21.ª rodadas, o time respondeu nas últimas duas partidas. Goleou o Atlético-GO em casa (4 a 0) e o derrotou o Vitória, nos acréscimos, como visitante (2 a 1).

“Atrás, a equipe do Botafogo é muito segura. É uma equipe muito equilibrada, já oscilaram e já voltaram ao prumo. São os líderes do campeonato, tiveram um grande treinador no começo do campeonato e tem outro grande treinador agora”, destacou Diniz.

“Temos de melhorar nossa atuação em relação ao jogo contra o Bahia. Fizemos boa partida, mas temos aspectos de jogo que podemos melhorar. É assim que vamos para o Rio, tentar fazer o nosso melhor jogo e tentar um bom resultado”, completa o comandante, que tem dois desfalques para a partida no Engenhão.

Suspensos, o zagueiro Luiz Felipe e o atacante Henrique devem ser substituídos por Anderson Uchôa e Carlinhos. Trocas que não devem mudar em nada o estilo de jogo paranista, que preza a posse de bola mesmo longe de casa.

“Tentaremos fazer da mesma forma que nos outros jogos para vencer. Sabemos da dificuldade, mas também temos um sonho, um desejo dentro da competição e vamos em busca dele contra o Botafogo”, avisa Fernandes.

Fogão vem empolgado

O Paraná vai enfrentar o Botafogo empolgado nesta terça-feira (8). A equipe do técnico Ricardo Gomes conseguiu uma boa vitória de virada por 2 a 1 contra o Vitória, adversário direto na briga pelo acesso, na última rodada.

Para o jogo com o Tricolor, Gomes não terá o goleiro Jefferson, convocado para a para amistosos da seleção nos EUA. Por outro lado, o treinador terá o atacante Navarro, que mesmo com pouco tempo, já fez seis gols pelo Fogão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]