i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Paranaense

Operário compra cadeiras da Arena da Baixada para o Germano Krüger

Fantasma desembolsou R$ 50 mil por mil assentos instalados no novo setor social do seu estádio

  • PorAndré Pugliesi
  • 23/01/2015 09:39
As cadeiras fabricadas pela empresa da família de Petraglia já estiveram nas arquibancadas da Arena da Baixada. | Luciano Mendes/ Gazeta do Povo
As cadeiras fabricadas pela empresa da família de Petraglia já estiveram nas arquibancadas da Arena da Baixada.| Foto: Luciano Mendes/ Gazeta do Povo

Na reforma que fez em seu estádio para o Campeonato Paranaense de 2015, o Operário instalou cadeiras que eram da Arena da Baixada antes da reforma para a Copa do Mundo de 2014. O clube de Ponta Grossa comprou mil assentos do Atlético, por R$ 50 mil, para renovar o setor inferior das sociais do Germano Krüger.

"Foi um acerto que fizemos com o Atlético, negociação com o administrativo do clube. Nossa ideia é sentir a resposta do torcedor e, se for o caso, comprar ainda mais", conta Laurival Pontarollo, presidente do Fantasma.

As cadeiras que já pertenceram ao Joaquim Américo foram fabricadas pela Kango Brasil Ltda, empresa que tem como sócio Mario Celso Keinert Petraglia, filho do presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia.

De acordo com Pontarollo, a negociação com o Rubro-Negro foi liderada por Antônio Mikulis, gerente de futebol do Fantasma. "Ele que sabe os detalhes", diz o presidente. A estreia do setor ocorrerá já neste domingo (25), no amistoso com o Coritiba.

Encadeirar o estádio é parte do projeto do Operário de reforçar a renda do clube com planos de sócio-torcedor. "Precisamos do apoio da torcida. Ou a cidade abraça o Operário, ou o futebol acaba", declara Pontarollo.

Com estratégia semelhante à utilizada por Petraglia, o representante dos Campos Gerais decidiu majorar o preços dos ingressos para "forçar" a fidelização dos torcedores. A entrada para os jogos do Operário no Estadual vai custar R$ 80 (R$ 40 meia).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.