i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
série b

Tragédia, briga, tapetão... ‘Sofremos para chegar’, desabafa capitão do Paraná

  • PorDaniel Malucelli
  • 20/09/2017 14:57
Eduardo Brock atende torcedor no aeroporto. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Eduardo Brock atende torcedor no aeroporto.| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

O zagueiro Eduardo Brock, líder e capitão do Paraná , destaca o ‘casco’ que o elenco criou para subir de produção no momento certo na temporada. Embalado na Série B, os jogadores foram recebidos nesta quarta-feira (20) por cerca de 40 torcedores no aeroporto Afonso Pena depois da goleada sobre Guarani em Campinas. Foi o quarto triunfo seguido a equipe que está consolidada no G4 na 3ª posição da tabela.

Ouça o comentário de Carneiro Neto

Carregando o áudio...

Matemática Série B do Brasileirão: jogos, chance de acesso e risco de rebaixamento

“Nós sofremos bastante para chegar até aqui. Trabalhamos bastante e não é nesse momento que vamos achar está tudo certo porque estamos em 3º”, promete o defensor.

TABELA: jogos e classificação do Brasileirão - Série B

O sofrimento citado por Eduardo Brock para deixar o elenco cascudo como se diz na gíria do futebol teve vários capítulos desde o início do ano.

O primeiro golpe foi a eliminação nas quartas de final do Estadual para o rival Atlético, com direito a polêmica fora de campo, principalmente pelo fato do Tricolor ter feito a melhor campanha na primeira fase. Depois do imbróglio judicial envolvendo o J. Malucelli, o Superior Tribunal de Justiça (STJD) bagunçou a competição e alterou a ordem dos confrontos na fase mata-mata, gerando indignação do clube da Vila Capanema.

Logo na sequência, no meio da disputa da Copa do Brasil e antes da estreia na Série B, o técnico Wagner Lopes acertou com o Albirex Niigata, do Japão, após receber uma proposta financeira maior.

A chegada de Cristian de Souza não funcionou e o Tricolor oscilou no início da Segundona. O técnico acabou sendo demitido na 14ª rodada, com a equipe a um ponto da zona do rebaixamento na 15º colocação.

Outro baque no elenco foi a morte do meia Jonas Pessali em um acidente de carro no início de junho. O Paraná decretou três dias de luto e Brock deu uma entrevista emocionante dedicando a vitória sobre o Náutcio, no dia seguinte, ao falecido companheiro.

Mas a chegada de ‘Lisca Doido’ agitou o Paraná. A equipe teve ascensão meteórica e surpreendente, assim como a demissão do técnico depois de oito jogos após a agressão ao auxiliar Matheus Costa na véspera da semifinal da Primeira Liga.

Desde então, o Tricolor venceu todos os jogos e Costa segue no comando interino. Na próxima terça-feira (26), o Tricolor recebe o Náutico, às 20h30 na Vila Capanema, ostentando a melhor campanha como mandante da competição com 80% de aproveitamento.

“Nós tivemos que passar por várias dificuldades sim. Mas o grupo é inteligente, unido e que soube a capacidade de saber que nesse momento teria que ter tranquilidade. Sempre é difícil jogar com quem está na parte de baixo da tabela e temos que ter concentração contra o Náutico”, alerta Brock.

  • Marcos atende fã.
  • Brock faz selfie com família.
  • Feijão fez a festa com a criançada.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.