Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

De retorno previsto para domingo, contra o Fluminense, o zagueiro Pereira e o lateral-direito Rodrigo Heffner tratam a partida do Coritiba no Couto Pereira como "jogo da vida". Ambos sabem das pressões dentro e fora do gramado, mas apostam na mobilização do torcedor durante a semana como elemento fundamental para motivar o elenco. Outra possível motivação é a impressão dos atletas de que o Alviverde já caiu para a imprensa nacional.

"Não adianta falarmos do que passou. O jogo contra o Fluminense será o da nossa vida, a partida do ano, e nós temos que pedir o apoio do nosso verdadeiro torcedor, aquele que acredita e que vai nos apoiar. Contamos com a o apoio da mídia do Paraná também, já que sabemos da mobilização que já existe por parte da mídia nacional. Sei como funcionam essas coisas, já passei pelo futebol carioca, gaúcho e paulista", disse Pereira, que deve formar dupla com Dirceu e, possivelmente Jéci, caso o defensor se recupere de lesão e o técnico Ney Franco opte pelo 3-5-2.

Já Rodrigo Heffner deve reassumir a ala direita, já que Ângelo acabou frustrando os planos da comissão técnica e dificilmente será relacionado para o jogo. O jogador revelou que ficou emocionado com o apoio que já teve a oportunidade de acompanhar por parte da nação alviverde nos últimos dias.

"Vi na televisão a mobilização da torcida, é algo que contagia os jogadores. Eles irão gritar o jogo todo e nós iremos buscar a vitória durante os 90 minutos. Com a ajuda deles iremos sair com os três pontos. Vejo pessoas falando demais no Rio e em São Paulo, então está na hora de mudarmos essa postura e almejar coisas maiores", analisou o camisa 2 do Verdão.

Nesta sexta-feira Ney Franco deverá dirigir o principal coletivo da semana no gramado do Alto da Glória. O treinador irá posicionar a equipe e definir quem vai a campo no domingo. O único desfalque já definido é o lateral-esquerdo Luciano Amaral, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]