Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O enviado norte-americano à Coreia do Norte fará na terça-feira uma visita rara ao país comunista como parte de uma missão que, segundo analistas, tem pequenas possibilidades de terminar com o impasse em torno do programa de armas nucleares de Pyongyang.

O diplomata Stephen Bosworth pressionará a Coreia do Norte para que volte às negociações multilaterais que pretendem desmantelar seu arsenal nuclear, apesar dos crescentes sinais de que Pyongyang não tem intenções de desistir da produção de armas.

Desde que o presidente Barack Obama chegou à Casa Branca, em janeiro, com a promessa de melhores relações diplomáticas, os norte-coreanos lançaram seu segundo dispositivo nuclear subterrâneo e testaram um foguete de longo alcance após qualificá-lo como uma tentativa de lançar um satélite.

Os Estados Unidos e a Coreia do Norte mantêm negociações nucleares desde 1993, quando Pyongyang anunciou sua intenção de se retirar do Tratado de Não Proliferação Nuclear.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]