Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Facebook decidiu não mais banir conteúdos que afirmam que a Covid-19 é resultado de ação humana
Facebook decidiu não mais banir conteúdos que afirmam que a Covid-19 é resultado de ação humana| Foto: Bigstock

O Facebook não vai mais remover postagens que alegam que o novo coronavírus surgiu por meio de uma ação humana, disse um porta-voz da rede social à publicação Politico nesta quarta-feira (26).

A decisão marca uma reversão da política instaurada pela empresa em fevereiro, quando o Facebook anunciou que eliminaria o que chamou de alegações falsas e enganosas sobre saúde, incluindo aquelas que sugeriam que “a Covid-19 foi inventada pelo homem ou fabricada” em laboratório. Durante a pandemia, a empresa de tecnologia passou a manter uma lista de alegações que foram rejeitadas por especialistas em saúde.

O porta-voz comentou que o Facebook não tratará mais o conteúdo sobre a teoria do vazamento de laboratório como uma afirmação enganosa, em meio a um recente debate sobre as origens do vírus.

“À luz das investigações em andamento sobre a origem da Covid-19 e em consulta com especialistas em saúde pública, não removeremos mais a alegação de que a Covid-19 foi criada pelo homem em nossos aplicativos”, escreveu o porta-voz em uma declaração enviada por e-mail. “Continuamos a trabalhar com especialistas em saúde para acompanhar a evolução da pandemia e atualizar regularmente nossas políticas à medida que novos fatos e tendências surgem”.

A decisão do gigante da tecnologia vem depois que uma reportagem do Wall Street Journal revelou que três cientistas do Instituto de Virologia de Wuhan buscaram tratamento em um hospital no final de 2019 após apresentarem sintomas associados ao coronavírus.

Também vem após o anúncio do presidente Joe Biden, na quarta-feira, de que ele planeja direcionar agências de inteligência para "redobrar" seus esforços a fim de descobrir a origem do vírus. A administração Biden pode ter "redobrado" seus esforços, mas, encerrou uma iniciativa do Departamento de Estado da era Trump, a qual buscava investigar a teoria sobre o vazamento de laboratório em Wuhan, citando preocupações sobre a metodologia.

Biden disse na quarta-feira que a comunidade de inteligência está considerando duas explicações divergentes sobre as origens da Covid-19 e que a investigação deve determinar "se o vírus surgiu do contato humano com um animal infectado ou de um acidente de laboratório".

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, respondeu a muitas perguntas de repórteres durante as coletivas de imprensa sobre o atraso na investigação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as raízes da Covid-19, levando republicanos e democratas do Capitólio a exigir uma investigação independente sem interferência ou colaboração internacional.

O Facebook é a primeira grande empresa de mídia social a permitir o debate aberto sobre a hipótese de que a doença resultou de um acidente de laboratório em Wuhan em sua plataforma, reconhecendo a falta de consenso científico sobre a origem do SARS-CoV-2.

© 2021 National Review. Publicado com permissão. Original em inglês.
8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]