Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O podcast de hoje fala sobre as despesas do governo federal com benefícios previdenciários e salários de servidores, que vão diminuir neste ano e nos próximos. Ao menos essa é a projeção do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023, que o governo enviou ao Congresso. Previdência e pessoal são os maiores gastos e consomem quase dois terços do Orçamento federal. Embora o governo projete um aumento nos valores absolutos destinados a salários e benefícios previdenciários, as estimativas são de que eles vão crescer menos que a geração de riquezas do país.

E ainda:
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e um grupo de parlamentares devem se encontrar com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, na terça-feira (03), para demonstrar apoio ao Judiciário. Outro encontro foi marcado amanhã (4), quando os senadores terão agenda com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, que também é ministro do STF. Os senadores devem reafirmar o apoio ao STF e ao TSE frente às críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL) a essas instituições e depois das falas registradas em algumas manifestações do dia 1.º de maio. Pelas redes sociais Pacheco afirmou que as manifestações populares são a expressão da vitalidade da democracia, mas chamou os pedidos de intervenção militar e fechamento STF de ilegítimos e antidemocráticos.

Daniel Silveira: inquérito sobre irregularidades no uso de tornozeleira eletrônica é prorrogado. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por mais 60 dias o inquérito instaurado para apurar as supostas irregularidades no uso do equipamento. O pedido foi feito pela Polícia Federal (PF). A defesa do deputado afirmou que Moraes ignorou três requerimentos enviados ao Supremo que pediam a substituição da tornozeleira eletrônica por suspeitas de adulteração e defeitos do equipamento. Por isso, segundo os advogados, “não há que se falar em descumprimento de medidas”.

Partido surgido das Farc pede desculpas por massacre ocorrido há 20 anos. Em uma mensagem nas redes sociais o partido que surgiu da desmobilização das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) se desculpou por um dos eventos mais sangrentos do conflito. Os integrantes reconheceram a “responsabilidade” pelo que chamaram de “ação desproporcional” que “nunca deveria ter acontecido”. O massacre ocorreu em 2 de maio de 2002, quando uma bomba lançada pelos guerrilheiros durante um combate contra paramilitares caiu sobre uma igreja, onde boa parte dos habitantes da cidade havia se refugiado. O número total de mortos nunca foi conhecido, mas os números variam entre 79 e 119, além de dezenas de feridos.

ONG documenta 244 violações à liberdade de expressão na Venezuela em 2021. A ONG Espaço Público defende que o número representa queda de 37% na comparação com o ano anterior, mas não considera um indicativo de melhora estrutural da situação. A coordenadora do Observatório da Liberdade de Expressão da entidade afirma que isso mostra que a Venezuela está retornando à média de casos que eram registrados antes de 2017, quando houve 480 violações. De acordo com ela a mais frequente é a intimidação, que é o impedimento da cobertura jornalística e o registro de fatos de interesse público. A ONG ainda registrou o fechamento de 11 meios de comunicação na Venezuela, sendo nove emissoras de rádio, um veículo impresso e outro digital.

10 ideias para estimular bebês de até 3 anos. Se amamentar, trocar a fralda, dar colo, cantar e brincar já não tomam todo o seu tempo com a criança, entra no site pra ler o que mais você pode fazer. Até porque a especialista em comportamento infantil ouvida pela nossa equipe afirma que o cérebro é moldado pelos estímulos e afeto que recebe, então a família deve oferecer isso à criança.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]