Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vista aérea de Guaraqueçaba – PR
Vista aérea de Guaraqueçaba – PR| Foto: Arnaldo Alves /AEN

Desde a implantação da estação meteorológica em Guaraqueçaba, há dez anos, nunca os termômetros do Simepar tinham registrado temperaturas tão baixas na cidade litorânea paranaense: na madrugada desta sexta-feira a marcação chegou a zero grau.

Cadastre-se e receba as principais notícias do PR no celular

Outra cidade do Litoral que tem estação meteorológica, Guaratuba, registrou mínima de 5º C – pouco acima do recorde de frio registrado em 2013, de 4,5º C. Em Paranaguá a mínima foi de 5, 5º C, também bem próximo do frio recorde de 2013, quando os termômetros marcaram 4,8º C.

Em Curitiba, a mínima chegou a -0,6º C nas primeiras horas desta sexta-feira. Como o vento foi fraco, a geada marcou presença nos baixios. Na véspera, quinta-feira, o frio tinha sido ligeiramente mais intenso, com termômetro em -0,8ºC, mas o vento impediu a geada. O frio de foi tão forte que chegou a congelar as asas de um avião no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais.

Nesta sexta-feira, as temperaturas devem variar entre 0º C e 12º C em Curitiba. Ao longo do dia, a previsão é também de tempo seco, com sol, mas nem isso será suficiente para diminuir o frio. No sábado (31), o Simepar prevê 4º C de mínima para o dia, com tempo seco. Somente no domingo (1.º), na virada para agosto, é que as condições atmosféricas devem sofrer uma mudança por causa da entrada de umidade carregada pelos ventos, e a mínima prevista na capital sobe para 8º C.

Nas demais regiões do Paraná, a sexta-feira também foi gelada. Em Londrina, geralmente uma região mais quente, as mínimas chegaram a 2º C pela manhã. General Carneiro, no sul do estado, se aproximou do recorde da última onda de frio, marcou -7,3 º C, contra -7,9 º C há poucas semanas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]