Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Ferry-boat quase bate em pedras na praia durante travessia entre Guaratuba e Matinhos.
Ferry-boat quase bate em pedras na praia durante travessia entre Guaratuba e Matinhos.| Foto: Reprodução RPC TV

A prefeitura de Guaratuba decretou, pela segunda vez em seis meses, estado de calamidade pública por problemas na travessia do ferry boat que liga o município à via de acesso a Matinhos. Desta vez, a gestão municipal reclama da demora na operação e do que chama de "amadorismo" da empresa responsável pelo serviço.

A Gazeta do Povo quer saber qual sua opinião sobre o assunto. Vote em nossa enquete. O resultado será enviado em primeira mão para seu e-mail.

Serviço tem sido marcado por repetidos problemas

Desde que assumiu a operação, no ano passado, a empresa BR Travessias tem sido criticada pela qualidade do serviço prestado. A empresa já enfrentou problemas como balsas quebradas, balsas que saíram de rota e espera de horas dos usuários que queriam fazer a travessia.

O serviço de transporte aquaviário é fiscalizado pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR). O órgão afirma que já foi instaurado um Processo Administrativo de Apuração de Responsabilidade (PAAR) contra a BR Travessias. Uma das consequências deste procedimento pode ser a rescisão unilateral do contrato.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]