• 29/10/2020 19:53
Expulsos

Suboficiais da FAB são condenados por motim de controladores em 2007

  • 29/10/2020 19:53
  • PorGazeta do Povo
    No dia 30 de março de 2007 os controladores de voo paralisaram as atividades, interrompendo o tráfego aéreo do País durante cinco horas
    No dia 30 de março de 2007 os controladores de voo paralisaram as atividades, interrompendo o tráfego aéreo do País durante cinco horas| Foto: Enilton Kirchhof/Força Aérea Brasileira

    Três suboficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) foram condenados a seis anos e seis meses de reclusão por um motim ocorrido no dia 30 de março de 2007. A sentença foi anunciada pelo Superior Tribunal Militar (STM) com base no artigo 149 do Código Penal Militar. Na ocasião, véspera de feriando nacional no Brasil, os controladores de voo paralisaram as atividades, interrompendo o tráfego aéreo do País durante cinco horas. Em setembro de 2009, o Ministério Público Militar denunciou 89 pessoas e, desde então, os casos têm sido julgados de forma individual. No julgamento, realizado por vídeo conferência na quarta-feira (28), os três suboficiais também foram expulsos das Forças Armadas. Os advogados dos réus argumentaram que a paralisação ocorreu por motivos de segurança, uma vez que a sala de controle foi invadida por manifestantes, mas não tiveram êxito no plenário. “O motim integra o grupo dos mais nefastos crimes militares, porque mira, sem escrúpulos, nas raízes castrenses mais valiosas: os pilares da hierarquia e da disciplina. A traição atinge o âmago das Forças Armadas, reduzindo a pó os juramentos estatutários que os agentes militares realizaram perante a Bandeira Nacional”, criticou o relator do caso.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.