Apesar de ter escolhido o presidente Jair Bolsonaro como seu principal adversário político, o governador João Doria precisa resolver uma disputa interna antes de querer pensar nas eleições do ano que vem.

Ele e o deputado Aécio Neves brigam por espaço e poder dentro do PSDB. E essa queda de braço vai certamente refletir em 2022.

Entenda o que está acontecendo dentro do ninho tucano em um minuto.

Briga entre os tucanos Doria e Aécio pode mudar o cenário eleitoral de 2022

Apesar de ter ganhado muito espaço dentro do PSDB, o nome de João Doria nunca foi um consenso dentro do partido. Desde que foi eleito prefeito de São Paulo e, depois governador, seu crescimento incomodou velhos caciques tucanos.

Isso porque ele passou a fazer uma reorganização no partido, colocando aliados em cargos estratégicos nos diretórios. Além disso, o fato de ter apoiado Bolsonaro ao invés de Geraldo Alckmin em 2018 contribuiu e para esse mal estar.

Foi justamente nessa onda que as farpas com Aécio Neves começaram a surgir. O hoje deputado perdeu força depois da derrota de 2014 e de ter sido flagrado pedindo dinheiro ao empresário Joesley Batista em 2017.

Diante disso, Doria começou a investir em articulações para tentar expulsar Aécio do partido - todas sem sucesso.

O problema é que o neto de Tancredo Neves é benquisto dentro do PSDB por sua interlocução no Congresso Nacional. Foi isso que fez ele voltar a crescer e a acirrar a disputa com Doria.

Na disputa pela presidência da Câmara, Doria trabalhou para que o PSDB apoiasse Baleia Rossi. Só que quase metade dos deputados tucanos apoiaram Arthur Lira por influência de Aécio.

Isso tudo tem feito o deputado mineiro voltar a crescer dentro do partido, o que pode acabar com os planos de Doria concorrer em 2022.

O próprio Aécio disse que não vê Doria como uma opção viável para o ano que vem e que o PSDB pode abrir mão de uma candidatura própria para apoiar outro nome.

Conteúdo editado por:Jenifer Ribeiro dos Santos
2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]