Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • P

    Pedro Caixeiro

    ± 0 minutos

    Sei que o texto não é do Constantino, mas, como leitor antigo, não consigo me acostumar com ele endossando esse papo de que o Estado é um mal necessário. A lógica de "Privatize já" me parecia muito mais natural. "Os incentivos estariam nos lugares corretos", como ele costumava dizer. Agora, vejo certa resignação para tentar explicar que o Estado deveria funcionar, deveria haver isso, deveria haver aquilo.. até quando?! Dependemos de uma geração de políticos abnegados e iluminados? Gostava do Constantino mais visceral. Hoje, vejo um malabarismo para tentar explicar que existe, em teoria, um tamanho de Estado ideal que pode funcionar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Robson La Luna di Cola

    ± 5 dias

    Temos que reduzir o aparato estatal. Principalmente o topo da pirâmide! Reduzir o número de Deputados e Senadores, o número de assessores, diminuir o aparato Jurídico, reduzir o número de cidades! Tem regiões no Brasil em que uma cidade está a poucos quilômetros da cidade vizinha! Por que não se transformam em uma única cidade, ou a menor delas em uma subprefeitura? O dinheiro economizado seria revertido em infraestrutura pública! Chega!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARCIA MONTEIRO SAMPAIO DE SOUZA

    ± 5 dias

    Acho que a única saida é através da rápida conscientização dos jovens, que deverão mobilizar-se na direção do "ESSA CONTA NÃO VAI SOBRAR PRA MIM", e exigir dos legisladores as decisões necessárias à correção desse rumo. No futuro, quando as expectativas dos direitos hoje mantidos forem a realidade descabida tudo ficará mais difícil. Terão que lidar com a CULPA, além dos CUSTOS. Convenhamos, isso não é herança que se deixe a ninguém.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wander

    ± 5 dias

    Resumo da ópera, o congresso criou dois tipos de cidadãos no Brasil: o de segunda classe, pagador de impostos que perde seu emprego e sustento na pandemia, e o cidadão de primeira classe, que é sustentado pelos impostos, tem não só seu emprego garantido, como também seu aumento de salário. Os congressistas sabem (e temem) o poder dos funcionários públicos nas eleições e na fé formação de opinião. Só esquecem que o cidadão de segunda classe anda cansado, e também pode dar a resposta nas urnas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.