i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Alunos do CEP fazem protesto silencioso em sala de aula

Parte dos cerca de 1.500 estudantes deste primeiro turno assiste as aulas usando nariz de palhaço, tarja preta nos braços e alguns prometem pintar o rosto

  • PorAna Carolina Nery - Gazeta do Povo Online
  • 12/11/2007 08:10
 | Sossella
| Foto: Sossella

Os alunos do Colégio Estadual do Paraná (CEP), no Centro de Curitiba, fazem um protesto silencioso na manhã desta segunda-feira (12), após três dias de manifestações na semana passada. Os cerca de 1.500 estudantes deste primeiro turno assistem as aulas, mas a maioria usa nariz de palhaço, tarja preta nos braços e alguns prometem pintar o rosto. Eles são contra a permanência da diretora Maria Madselva Feijes à frente da instituição.

Na sexta-feira (9), ficou acertado entre a Secretaria de Estado da Educação (SEED), alunos, funcionários e professores do CEP que a secretaria apuraria as 25 denúncias apresentadas contra a diretora desde que os alunos retornassem para as salas de aula. "Os alunos estão cumprindo a parte deles no acordo", afirma a professora Maria Luiza Lacerda. Ela foi a primeira docente a ser ouvida por um representante da Seed nesta manhã de segunda-feira. Outros professores, alunos e funcionários também devem ser ouvidos durante o dia.

Na quarta-feira (14), um representante dos alunos, um dos professores, um dos funcionários e um da APP-Sindicato se reunirão com o secretário Maurício Requião. Antes, na noite de terça-feira (13), será realizada uma reunião com os pais dos estudantes no prédio do colégio.

Apesar do andamento das negociações, os estudantes ameaçam retomar os protestos em todos os turnos na quarta-feira, mesmo dia da reunião na Seed, caso a diretora permaneça no cargo.

Além da demissão de Feijes, os alunos querem eleger pelo voto uma nova diretoria. O CEP é a única escola pública do Paraná em que o diretor é indicado pelo governo.

Protestos

As manifestações começaram na última quarta-feira (7) e dois estudantes chegaram a ser apreendidos pela polícia. As aulas, então, foram suspensas no dia seguinte, mas mesmo assim os alunos compareceram no colégio e fizeram novas manifestações. Na sexta-feira, dia em que deveriam ser retormadas as atividades, os estudantes chegaram cedo mas não assistiram as aulas. Durante protesto, eles deram um abraço simbólico no colégio.

No sábado (10) aconteceu a prova de ingresso para futuros alunos do CEP e os estudantes deram trégua na manifestação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.