i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Violência

Balas perdidas deixam cinco feridos no réveillon do Rio

  • PorFolhapress
  • 01/01/2009 21:01

Rio de Janeiro - Balas perdidas feriram cinco pessoas sem gravidade durante a festa de réveillon em Copacabana, na Zona Sul do Rio, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Apesar da violência, mais de 2 milhões de pessoas que ocuparam a praia, segundo a PM, assistiram a um espetáculo de 25 minutos de queima de fogos.

Rafael Pereira da Silva, de 19 anos, foi atingido em um dos ombros e Priscila Oliveira da Silva, 26 anos, foi ferida no pé direito. Ambos estavam próximos ao palco montado entre as ruas Santa Clara e Figueiredo de Magalhães.

Nilza Maria Batista Vieira, de 53 anos, teve a perna direita ferida na esquina da avenida Atlântica com a rua Miguel Lemos. Regina Maria da Silva Ribeiro, 37 anos, foi baleada de raspão no ombro direito também na Atlântica.

O outro ferido foi Anderson da Silva. Encaminhados ao hospital Miguel Couto, foram liberados na madrugada de ontem.

Segundo a PM, não houve registros de "ocorrências graves’’ e o saldo da violência neste réveillon foi positivo se comparado ao do ano passado, quando uma pessoa morreu em Ipanema e seis foram vítimas de balas perdidas em Copacabana.

A chuva anunciada pelo serviço de meteorologia começou por volta de 22h45, mas, minutos antes da meia-noite, parou. Neste ano, as explosões começaram à meia-noite em ponto, ao contrário do ano passado, quando foram antecipadas em alguns segundos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.