Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

8,66%

é a taxa de juros cobrada para financiamentos da linha Pró-Cotista,bem abaixo dos contratos firmados com recursos da poupança, que hoje custam ao mutuário mais de 10% ao ano.

O Ministério das Cidades atendeu ao pedido da Caixa para remanejar recursos da linha Pró-Cotista para financiar imóveis com valor entre R$ 225 mil e R$ 500 mil.

Foi liberado o uso de mais R$ 1,724 bilhão, a partir da redução da disponibilidade de dinheiro para imóveis com valores abaixo de R$ 225 mil e acima de R$ 500 mil.

No início de maio, a Caixa informou que os recursos para a faixa intermediária nessa linha de crédito estavam esgotados, mas que havia demanda por mais empréstimos.

Para imóveis de outros valores, por outro lado, sobravam recursos.

A linha Pró-Cotista só pode ser acessada por trabalhadores com pelo menos três anos de vínculo com o FGTS. Além disso, eles precisam estar trabalhando ou ter saldo na conta do FGTS de pelo menos 10% do valor do imóvel.

BB

O Banco do Brasil também recebeu recursos da mesma linha, mas não houve falta de dinheiro para nenhuma faixa até o momento. Até maio, o banco contratou R$ 330 milhões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]