Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Receita

Costela assada com vapor

O primo Celso Macedo fabricou um forno combinado para assar costela, leitão etc. com vapor. E fiz em casa o mesmo. Temperei a costela (1 kg), coloquei numa assadeira com óleo de milho e coloquei no compartimento superior do forno com os ossos para baixo. No compartimento inferior coloquei uma forma de alumínio com água e liguei o forno em fogo forte. Quando o vapor começou a sair, pus no fogo médio. Depois de uma hora e meia, retirei a forma de água e coloquei a chama no máximo, sem mexer na costela, e deixei assando mais uma hora. E usei um novo molho. Num liquidificador, moí meia cebola branca com três dentes de alho, meio copo de azeite de oliva Paganini, uma lata de cerveja branca e um pouquinho de pimentão picante; também um pouco de coentro e de manjericão e, finalmente, uma colher de sopa rasa de sal. Temperei a costela, cobri com um plástico e deixei 24 horas na geladeira. Depois esquentei. Sem falsa modéstia, ganhei 10 até da minha esposa, Deusdith Malucelli!

O Patricio Caldeira de Andrada conta essa e a outra história de hoje. Para que não houvesse constrangimentos na festa de Natal realizada no jardim de infância onde estuda o pequeno Rafael Fonseca Sebastiany, que tem 5 anos, ficou combinado que cada mãe providenciaria um presentinho no valor máximo de R$ 60 para ser entregue ao seu respectivo filho. Ao fim do evento, o Rafael queixou-se para a sua mãe, Márcia, que um dos coleguinhas havia recebido três presentes dentro do pacote e ele, apenas um.

No percurso da volta para casa, a Márcia comentou com o seu marido, Maurício, a indignação do pequeno com o fato e criticou veementemente a atitude da mãe que transgrediu o que havia sido combinado. Atento à conversa dos pais, o Rafael corrigiu o que escutou da mãe: "Mãe! Não precisa pôr a culpa na tia Margarida (nome fictício da transgressora) só para não brigar com o Papai Noel".

A conclusão do Bruno

Depois de trabalhar como professora e criar quatro filhos ao lado do saudoso odontólogo dr. Lauro Caldeira de Andrada, a tia Diva ainda tem a disposição e o vigor de uma jovem para curtir o seu hobby, que é viajar mundo afora. Dia desses, ao retornar de mais um passeio internacional, foi recepcionada com um jantar pelos seus familiares mais chegados.

No dia seguinte, o seu bisneto Bruno, que tem 5 anos de idade, recusou-se a ir para a escola, dizendo para a sua mãe que não iria mais estudar, e defendeu a sua tese: "Você e o pai estudaram e têm de trabalhar, a vó-bisa não estuda nem trabalha e vive viajando, eu quero ser igual a ela".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]