Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

Curitiba está há quase três dias sem registrar homicídios. Às 20 horas desta quinta-feira (19), a capital completou 70 horas sem a ocorrência de assassinatos. A informação foi obtida com base em boletins do Instituto Médico Legal (IML) e confirmada pela Polícia Militar (PM) e pela Delegacia de Homicídios.

O último registro de morte violenta na capital aconteceu às 22 horas de segunda-feira (16). Em maio, a cidade já havia passado um fim de semana inteiro (entre os dias 7 e 10) sem registrar homicídios.

Nesta quinta-feira, um homem de 42 anos morreu no Hospital do Trabalhador, em decorrência de ferimentos provocados por arma de fogo. Mas como ele havia sido baleado em São José dos Pinhais, o caso é atribuído à cidade da região metropolitana.

Neste mês de agosto já foram registradas 23 mortes violentas em Curitiba. Outros 27 casos aconteceram em municípios da região metropolitana. Vinte homicídios estão sem local especificado pelo IML.

Na quarta-feira (18), a delegada Vanessa Alice, titular da DH, havia comentado, em entrevista à Gazeta do Povo, o período sem ocorrência de assassinatos na capital. Para a delegada, a queda dos índices de homicídio está relacionada às ações realizadas pela polícia em bairros considerados violentos.

Na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), após a prisão de traficantes, os índices de homicídios caíram, porque os assassinatos estavam diretamente relacionado às drogas. Hoje, segundo a polícia, os crimes estão "praticamente zerados" no CIC. Em agosto, a polícia desarticulou as duas principais quadrilhas que disputavam o controle do tráfico naquele bairro. No total, foram presas sete pessoas, entre elas, dois líderes de uma das facções.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]