Agentes da PF fazem transferência de presos da Lava jato |
Agentes da PF fazem transferência de presos da Lava jato| Foto:

Um grupo de ladrões utilizando uniforme falso de agentes da Polícia Federal fez um arrastão em prédio de Santo André (SP), no fim da madrugada desta quinta-feira (14). O prédio passou por uma ação verdadeira da PF no começo do mês, quando um de seus moradores, o empresário Ronan Maria Pinto, dono do “Diário do Grande ABC” foi preso, na 27ª fase da Operação Lava Jato.

Segundo a Polícia Militar, os suspeitos convenceram o porteiro a deixá-los entrar ao dizer que tinham mandado de prisão. Eles então assaltaram três apartamentos do prédio, rendendo funcionários e moradores. De acordo com o site “G1”, as gravações das câmeras de segurança do prédio também foram levadas.

O grupo fugiu após o roubo e não havia, até o fim da tarde desta quinta, qualquer informação sobre seu paradeiro.

Lava Jato

Ronan Maria Pinto foi preso pela Polícia Federal no último dia 1º, na 27ª fase da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras. O empresário é investigado para apurar sua ligação com a morte de Celso Daniel (PT), então prefeito de Santo André, em 2002. O caso nunca foi esclarecido. A defesa de Ronan entrou com pedido de habeas corpus, que foi negado na sexta-feira (8).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]