i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
curitiba

Prefeitura nega ter autorizado corte de árvores em bosque no Batel

Município alega que licença ambiental do shopping Pátio Batel não contempla o bosque da Casa Gomm, tombada como patrimônio histórico

  • Porosny tavares
  • 28/06/2013 16:25
 | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

A prefeitura de Curitiba nega ter autorizado o corte de árvores no bosque da Casa Gomm, no Batel, para a construção de uma via nos fundos do shopping Pátio Batel. Em nota, a prefeitura afirma que a licença ambiental de instalação prevê o alargamento da rua Hermes Fontes somente no trecho entre a rua Desembargador Costa Carvalho e a entrada do shopping, atualmente em fase final construção. O projeto não atingiria o bosque que margeia a Casa Gomm, residência centenária tombada pelo Conselho Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico (Cepha).

A prefeitura afirma que, quando o empreendimento foi autorizado, em 2004, constava do projeto uma saída do shopping pelos fundos destinada a pedestres e veículos de emergência. Porém, durante as obras, a área construída foi ampliada de 110 mil metros para 138 mil metros, o que exigiu a definição de novas obras viárias. Dentre elas, o adensamento do bosque com o plantio de novas espécies.

Na quarta-feira, a Gazeta do Povo noticiou que o Grupo Soifer, responsável pelo empreendimento, vai realizar obras viárias para melhor o fluxo de trânsito no entorno do shopping, ainda sem previsão de inauguração. Uma delas é a ligação entre as ruas Hermes Fontes e Bruno Filgueira, margeando o bosque. Algumas árvores, porém, terão de ser retiradas. As obras fazem parte de um termo de ajustamento de conduta assinado pelos empresários responsáveis pelo novo shopping.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.