i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
vazamento de dados

Advogado diz que procuração falsa também foi usada para genro de Serra

Ele disse ter marcado depoimentos de Veronica Serra e marido para quarta. Procuração falsa seria similar à usada para violar sigilo da filha de tucano

  • PorG1/Globo.com
  • 10/09/2010 09:48

O advogado da filha do presidenciável José Serra, Sérgio Rosenthal, esteve nesta sexta-feira (10) na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo e disse que recebeu da PF a informação de que, a exemplo do caso de Veronica Serra, foi usada uma procuração falsa para se ter acesso aos dados fiscais do marido dela, Alexandre Bourgeois.

"Foi possível constatar informações extremamente importantes, que é o fato de o sigilo fiscal do sr. Alexandre Bourgeois ter sido violado mediante a utilização de uma procuração falsa similar à procuração utilizada para violar o sigilo da sra. Veronica. Essa é uma informação nova que me foi passada pelo delegado de polícia", declarou.

Segundo Rosenthal, essa procuração deu poderes a Antonio Carlos Atella Ferreira, o mesmo que apresentou a falsa procuração de Veronica, para acessar os dados fiscais sigilosos de Bourgeois.

A Receita Federal e o Ministério da Fazenda foram procurados pelo G1 e ainda não se manifestaram sobre o assunto. A Polícia Federal informou que, até o momento, não há informações que confirmem a utilização de uma procuração falsa para acessar o sigilo fiscal de Alexandre Bourgeois.

De acordo com o advogado, a procuração foi protocolada na Delegacia de Santo André, na mesma data em que foi protocolada a falsa procuração por meio da qual se teve acesso aos dados fiscais sigilosos de Veronica Serra.

Rosenthal foi à Superintendência da PF para marcar os depoimentos de Veronica Serra e o do marido dela, agendados para a próxima quarta (15), segundo ele. "Certamente eles virão juntos. Cada um será ouvido separadamente. Isso é algo bastante natural, muito simples, e a necessidade do comparecimento consiste exatamente na necessidade de se colher material gráfico para que possa ser feita essa prova pericial", afirmou.

A Receita Federal já havia confirmado ter havido acesso aos dados de Alexandre Bourgeois, mas informou que os acessos, ocorridos por meio de computadores da agência de Mauá (SP) da Receita, foram a dados cadastrais e não a informações fiscais.

Rosenthal disse acreditar que a Polícia Federal trabalhe com a hipótese de ter havido motivação política nos acessos aos dados do casal.

Servidora

A analista tributária Lúcia de Fátima Mila, servidora da Receita Federal, também compareceu nesta sexta à Superintendência da Polícia Federal, supostamente para prestar depoimento. Ela acessou os dados fiscais da filha de Serra depois de receber a procuração que mais tarde se revelou falsa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.