i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições 2010

PV do Paraná racha em relação a apoio para Dilma ou Serra

O presidente do partido no estado, Melo Viana, anunciou apoio à Dilma enquanto o vereador de Curitiba, Aladim Luciano, declarou que está com Serra. A deputada estadual eleita Rosane Ferreira e Paulo Salamuni ficaram neutros

  • PorAgência Estado
  • 25/10/2010 16:16

O Partido Verde (PV) no Paraná está totalmente dividido para a disputa do segundo turno das eleições. Nesta segunda-feira (25), o presidente do partido no estado, Melo Viana, convocou alguns militantes para reunião em um hotel de Curitiba para anunciar que apoiará a candidata à Presidência da República Dilma Rousseff (PT). "Temos uma história de luta de 24 anos e sempre numa posição de esquerda", justificou.

No entanto, seu posicionamento não foi capaz de convencer algumas das principais lideranças verdes locais. O vereador de Curitiba Aladim Luciano não foi encontrado na tarde de domingo (24), mas, pela manhã, declarou a rádios da capital que está com o candidato do PSDB, José Serra. "A neutralidade nacional nos deixou à vontade para discutir e decidir aquilo que é bom para o partido e para o País. Eu sou Serra e não poderia deixar de trabalhar por ele porque acho que é o melhor caminho", disse.

Única deputada federal eleita pelo partido no estado, a deputado estadual Rosane Ferreira optou pela imparcialidade, mesmo posicionamento da ex-candidata à Presidência Marina Silva. "Tenho uma posição pessoal, mas não vou externá-la para não induzir outras pessoas", disse Rosane. "Mesmo porque não tenho 100% de segurança nessa posição, os 100% (de segurança) tinha somente na Marina".

A mesma decisão foi tomada pelo ex-candidato ao governo do estado, Paulo Salamuni. "Acompanhamos integralmente a decisão do PV nacional e optamos pela imparcialidade, pelo voto silencioso, para não influenciar eventuais eleitores", disse. Nas eleições, Marina teve 944.402 votos no Paraná (15,91% dos votos válidos), enquanto Salamuni conseguiu 81.576 votos (1,41% dos votos válidos).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.