Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vereadores recomendam suspensão do mandato de Galdino
| Foto:

galdino - hm

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Curitiba recomendou a suspensão do mandato do vereador Professor Galdino (PSDB). Os vereadores da comissão acreditam que ele deve ser punido por agressão a uma colega vereadora. No entanto, resolveram que não há provas para puni-lo pela acusação de assédio sexual.

Segundo os vereadores da comissão, não havia provas suficientes de assédio sexual – acusação que levaria provavelmente à cassação do mandato e à perda dos direitos políticos. Assim, Galdino sofrerá a punição, no máximo, por 19 dias, já seu mandato termina neste mês e ele não foi reeleito.

O vereador é acusado de assediar sexualmente a colega Carla Pimentel (PSC) numa sala anexa ao plenário da Câmara. O caso aconteceu em 14 de setembro deste ano. Vários vereadores confirmaram o relato da vereadora.

Segundo Carla, ela estava junto com alguns colegas na sala e Galdino teria partido para cima dela, derrubando-a na mesa, supostamente para pegar um papel que estava com ela. A vereadora disse que ele apalpou seu corpo. Galdino nega.

O vereador também responde a um outro processo na Comissão de Ética por xingar funcionários da Casa. O caso será julgado nesta quinta-feira.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]