i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Francisco Escorsim

Foto de perfil de Francisco Escorsim
Ver perfil

Esperando a “ciência, ciência, ciência”

  • Por Francisco Escorsim
  • 17/04/2020 00:01
Mandetta
Luiz Henrique Mandetta em coletiva na quarta-feira, 15 de abril.| Foto: Anderson Riedel/PR

“Ciência, ciência, ciência”, é o que respondia o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, quando questionado sobre possíveis tratamentos com medicamentos para a Covid-19. Deixava para os médicos decidirem sobre o uso, mas se recusou a estabelecer protocolos do ministério antes de a “ciência, ciência, ciência” chegar a uma conclusão. Pareceu ser muito prudente e sensato, mas pergunto: as ações recomendadas pelo ex-ministro, em especial os tais distanciamentos sociais, eram embasados em “ciência, ciência, ciência”?

Nesta semana, numa das entrevistas coletivas diárias, apresentou um gráfico de mortes diárias mostrando achatamento da curva nos últimos dias e concluiu que isso seria fruto desse distanciamento e isolamento social iniciados em torno de duas semanas antes. Pergunto outra vez: essa conclusão é baseada em qual evidência da “ciência, ciência, ciência”? Tem algum estudo da “ciência, ciência, ciência” demonstrando isso? Se não tem, seria coisa de quem preza a “ciência, ciência, ciência” rejeitar a hipótese de que a diminuição no número de mortos possa ter se dado pelo uso de medicamentos e tratamentos ainda não recomendados pela “ciência, ciência, ciência”?

Governantes esticam quarentenas como quem aposta no jogo do bicho, sem qualquer critério da “ciência, ciência, ciência” que justifique tais decisões e previsões

E não pergunto isso por mero achismo. Nos famosos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein foram atendidos mais de 700 pacientes com a doença e apenas duas mortes foram registradas, segundo noticia o jornalista Fernão Lara Mesquita em texto recusado pelo jornal O Estado de S. Paulo por sabe-se lá qual razão. Por que nesses hospitais tivemos poucas mortes até aqui? Na reportagem se aponta o uso de um medicamento que funcionou muito bem em mais de 90% dos casos. Um dos médicos responsáveis, Roberto Zeballos, deu entrevista a uma rádio detalhando melhor o tratamento. Por isso, insisto na pergunta: a diminuição no número de mortos não pode ter se dado pelo uso de medicamentos e tratamentos ainda não recomendados pela “ciência, ciência, ciência”, mas que os médicos estariam aplicando?

Enquanto escrevia esta coluna, o ex-ministro participava de uma live aberta no YouTube com especialistas, na qual voltou a dizer que a eficácia de um dos possíveis remédios, a cloroquina, não estaria confirmada pela “ciência, ciência, ciência”, porém palavras depois disse: “medicina é um ramo da filosofia. Ela não é uma ciência das exatas, ela é arte, nós somos uma arte, nós não somos uma ciência”. Ué? Somos, ex-ministro? Lembrei do que disse o médico francês pioneiro na defesa da cloroquina, Didier Raoult, que em entrevista disse: “Mas chegamos a um nível de loucura tal que os médicos que aparecem na tevê não aconselham mais diagnosticar a doença, mas dizem às pessoas para ficarem confinadas em suas casas. Isto não é medicina...”

Não é mesmo. E, aos poucos, médicos de renome (e dignos da vocação) começam a dizer o óbvio, como o respeitado cardiologista Costantino Costantini em entrevista a esta Gazeta do Povo, ao ser perguntado: “Então, por estarmos em uma pandemia, vale a pena ‘pular etapas’ do processo científico e já introduzir o medicamento oficialmente nos protocolos de tratamento?”, respondeu: “Vai esperar? Por que o David Uip, um destacado infectologista do país, não negou que tomou hidroxicloroquina? E o dr. Kalil [Roberto Kalil Filho, diretor do Hospital Sírio-Libanês] admitiu que tomou, e hoje está trabalhando? E tomaram quando? Nos primeiros sintomas”.

Enfim, temos um novo ministro. É cedo para saber se haverá mudança de rumo nas diretivas, mas ao menos espero que isso signifique que começamos a sair desse verdadeiro “teatro do absurdo”, com governantes esticando quarentenas como quem aposta no jogo do bicho, sem qualquer critério da “ciência, ciência, ciência” que justifique tais decisões e previsões enquanto se exige que medicamentos e tratamentos que estão dando resultados só sejam aceitos quando comprovados pela mesma “ciência, ciência, ciência”. Até lá, permanecemos como os personagens da famosa peça teatral de Samuel Beckett, Esperando Godot. Nela, apenas se espera. Nada acontece, apenas se espera. O quê? A chegada do tal de Godot que não se sabe quem é, nem o que faz e que tampouco aparece no fim do drama. Ou vai ver que até apareceu, mas ainda estão aguardando uma prova científica de que chegou mesmo.

Conteúdo editado por:Marcio Antonio Campos
49 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 49 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Afonso Celso Simões Dornelles de Barros

    ± 15 minutos

    Muito apropriadas considerações. A ciência,ciência, ciência do Mandetta poderiam ser substituídas por luz , câmera,ação! Midiático, deslumbrou-se e com direito a um "Grand finale " com abraços e beijinhos na despedida.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Almir

    ± 26 minutos

    Falando em ciência, nossas Universidades Públicas estão abarrotadas de "doutores', é o país que mais forma doutores no mundo, é um parasita, ops, paraíso de doutores. Porém, quando se espera ansiosamente por uma vacina, os olhos se voltam pra quem? quem? sempre os mesmos: EUA, Israel, Alemanha, Inglaterra. Aí está uma evidência de que esses doutores só ganham, isso mesmo, ganham, o título para avançar no orçamento (via maior salário) só isso. Fato!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Gabriel

    ± 1 horas

    Excelente abordagem da histeria que está tomando conta do país

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo Prestes

    ± 1 horas

    Há algumas perguntas que a “seita da terra parada” não consegue responder... Quantos dias um país aguenta em quarentena antes de um colapso no abastecimento ? O que evitaria um novo ciclo de contágio assim que a quarentena acabar ? Como um vírus altamente contagioso vai sumir ? Por que parar cidades sem um único caso de morte por coronavírus ? Por que o funcionalismo não pode deixar de receber salário e a iniciativa privada pode ficar sem renda ? Quem cuida melhor de sua saúde, o próprio indivíduo ou o estado ? Por que a quarentena italiana não está funcionando mesmo depois de 45 dias ?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Raquel Utz

    ± 1 horas

    Excelente texto. Parabéns.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rafael

    ± 1 horas

    Que texto ******, ******, ******. Os comentários então: muito idiotas, muito idiotas, muito idiotas. Que piada, piada, piada. Dãã

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Tiago Campos Rizzotto

    ± 1 horas

    Ufa, um pouco de lucidez. parabéns pelo artigo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    BDSC

    ± 3 horas

    perfeito

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Tiago Campos Rizzotto

    ± 3 horas

    Ufa, um pouco de lucidez. parabéns pelo artigo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Costa

    ± 3 horas

    Interessante, não vi a grande mídia falando tanto de ciência, ciência, ciência quando estava havendo aquela pressão pela liberação do uso o canabidiol.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo Gurgel

    ± 5 horas

    Concordo, concordo, concordo. Quarentena não é ciência, se fosse serviria para acidentes de trânsito, criminalidade e outros males que diminuiriam consideravelmente até as pessoas voltarem às ruas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wilson Silva Galvão

    ± 5 horas

    Parabéns excelente matéria.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FERNANDO BITTENCOURT VARGAS

    ± 5 horas

    O artigo é pura “Ignorância, ignorância, ignorância”

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • E

      Eduardo Prestes

      ± 1 horas

      700 pacientes com 2 mortes e você não acha que há algo mais eficiente do que quarentena ? A solução é tratamento precoce com remédios que bloqueiem a inflamação.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • P

      Paulo Ricardo Costa Pinto

      ± 4 horas

      E o seu comentário é achismo, achismo, achismo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    emanoel domingues

    ± 6 horas

    Parabéns pelo texto Escorsim! Uma coisa tenho pedido a Deus todos os os dias, que toda verdade seja revelada, que a mentira e os planos dos "inimigos ocultos" sejam revelados e destruídos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Medeiros Neto

    ± 8 horas

    Parabéns pelo texto corajoso e esclarecedor!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nize Lacerda Araujo Bandeira

    ± 9 horas

    Premissa errada: o distanciamento social tem sim comprovação científica na contenção de doenças contagiosas com espalhamento rápido como a covid-19. Outro ponto: o texto leva a crer que a curva teria achatado por uso de medicamentos, mas ao mesmo tempo diz que os medicamentos não estão sendo usados por falta de diretrizes do Ministério da Saúde. Incongruente, portanto. Já que estamos no campo do achismo, me permito também a achar que pessoas que se internam em caros hospitais têm suas comorbidades conhecidas e tratadas adequadamente e por isso sobrevivem mais. Enfim, ciência, ciência, ciência, sim! A terra não é plana como acredita o guru Olavo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • P

      Paulo Ricardo Costa Pinto

      ± 4 horas

      Prove com uma afirmação, seu trouxa, que Olavo de Carvalho falou que a terra é plana. Repetir besteira de esquerdão tu sabe

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Admar Luiz

      ± 6 horas

      Leia neste jornal a matéria que fala sobre a estratégia usada na Itália. Leia lá inteligentinho sobre o "modelo italiano". É da lavra de um articulista italiano. Tente fazer sinapses, Oh?, prezado.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • A

      Admar Luiz

      ± 6 horas

      Leia neste jornal a matéria que fala sobre a estratégia usada na Itália. Leia lá inteligentinho sobre o "modelo italiano". É da lavra de um articulista italiano. Tente fazer sinapses, Oh?, prezado.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Anderson

    ± 10 horas

    Essa mesma ciência, tão criticada, é a que levará ao desenvolvimento de um vacina eficaz e talvez a drogas efetivas e seguras. É essa mesma ciência que, apesar de demorar para mostrar resultados, permite que tenhamos qualidade de vida e saúde, que fomenta inovações tecnológicas e o progresso. Somente com grandes investimentos em educação e ciência um país consegue o desenvolvimento pleno. Porém, os resultados não são tão rápidos e é por isso que investir em ciência não dá votos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dissenha

    ± 10 horas

    Ótimo texto. Convida à uma reflexão. Em nenhum momento faz tendencia a um "Bolsonarismo".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcelo Hort

    ± 11 horas

    Ótimo texto! É um erro gravíssimo apresentar uma receita incerta e radical numa só das extremidades do problema. Meio de sobrevivência (emprego) o que é? Estão colocando-o em segundo plano. Quanta estupidez! Nós temos 2 graves problemas que precisam ser tratados simultaneamente. Meio de sobrevivência (emprego) x coronavírus (quarentena). Assim como não dá para dissociar saúde/vida... também não dá para dissociar meio de sobrevivência/vida. Não estão divulgando os números das demissões. Lugares onde as demissões foram apuradas estão em proporções assustadoras. Faça parte... fiqueemcasa&percaoemprego!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    REGINALDO DE FRANCA

    ± 11 horas

    Eu sempre fui admirador da forma de sua forma de escrever. O conteúdo deste texto, porém, para mim é muito ruim, tendencioso, fraco e, por ser adequado à visão mais retrógrada do bolsonarismo não pode ser levadol em conta. Ciência, ciência, ciência, ciência, sim!!!!! Bolsonarismo não! Talvez fosse interessante o articulista recomendar a "sangria" das pessoas, como na idade média, onde esta era a solução para todos os males.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Anderson

    ± 11 horas

    Texto lamentável. A ciência é sim a melhor resposta para a pandemia. Há metodos e protocolos estabelecidos e que se aplicam mesmo nesta crise. O isolamento social tem base científica e há dados atuais mostrando a sua eficiência (veja o artigo ending-coronavirus-lockdowns-will-be-dangerous-process-trial-and-error?). Por último, não há evidência a favor do uso da cloroquina como um protocolo validado de tratamento, como destacado em artigo publicado no último dia 15/04 na revista Lancet (doi: 10.1016/S2213-2600(20)30172-7).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      clecio muller

      ± 11 horas

      e por isso nao se testa nenhum medicamento. nao tentar e ver pessoas morrendo e muito pior que tentar e dar errado

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Anderson

    ± 11 horas

    Texto lamentável. A ciência é sim a melhor resposta para a pandemia. Há metodos e protocolos estabelecidos e que se aplicam mesmo nesta crise. O isolamento social tem base científica e há dados atuais mostrando a sua eficiência (veja o artigo ending-coronavirus-lockdowns-will-be-dangerous-process-trial-and-error?). Por último, não há evidência a favor do uso da cloroquina como um protocolo validado de tratamento, como destacado em artigo publicado no último dia 15/04 na revista Lancet (doi: 10.1016/S2213-2600(20)30172-7).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 12 horas

    Prezado Escorsim, sabe porque o Estadão não publicou o texto do Mesquita? Porque isso iria a favor do que o Bolsonaro defende. A narrativa da imprensa mainstream do "fique em casa" cairia por terra, né? Dito isso, vc lembra do "Muito Além do Jardim", filme que mostra um jardineiro simplório que se torna um "sábio" e é consultado sobre tudo pelas mais altas autoridades? Poi este é o Mandetta, aquele traiu o presidente, o ortopedista posando de "sábio" e "cientista". Tal como o personagem Chance do filme enganou muito bem. Ainda bem que foi embora.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Luciana Amaral

      ± 7 horas

      Saiu o ortopedista, entra o empresário oncologista. Apostas abertas. Óbitos, doentes graves, infectados mostrarão...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rogerio Barao

    ± 12 horas

    Escorsim, seu texto traz um alento à racionalidade em meio de tantas idiotices ditas em nome da "ciência, ciência, ciência". Parabéns

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Gabriel Leite

    ± 12 horas

    Ótimo texto. Em tempos de guerra, precisamos de medicina de guerra. A hidroxicloroquina é um medicamento antigo e muito conhecido. Respeitadas as doses, não há perigo e, portanto, não custa nada tentar. Qualquer 1% a mais de chance de salvar uma vida é motivo de celebração.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    antonio sergio ferreira baptista

    ± 12 horas

    Ótimo artigo. Os Bolsonaro haters, que nada entendem de ciência e menos ainda de economia, querem apenas destruir a economia para a volta da esquerda corrupta (Dória, Witzel et caterva incluidos). A maior pandemia que temos é a de estupidez.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    antonio sergio ferreira baptista

    ± 12 horas

    Ótimo artigo. Os Bolsonaro haters,

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando Fernandes

    ± 12 horas

    Ridículo, ridículo, ridículo. O energúmeno, devoto de Bozo I°, ainda não entendeu que o mundo inteiro está atrás de um remédio realmente eficaz e não encontrou ainda. Só os bolsominions e terraplanistas acreditam no poder supremo da cloroquina, assim como acreditam que a terra é plana e naquele remédio miraculoso para o câncer, que Bozo I° alardeava.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • P

      Paulo Ricardo Costa Pinto

      ± 4 horas

      Salve a deusa ciência e seus devotos os cientistiminions

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    RAQUEL SILVA GOMES

    ± 13 horas

    Eis aí um bolsominion de boa cepa. Daqueles que bebem diretamente da sabedoria do Grande Iluminado Mestre Sábio de todas as artes e ciências Olavo de Carvalho.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro Zanoni

    ± 14 horas

    CIENCIA...CIENCIA...CIENCIA EU JA ESTOU PERDENDO A PACIENCIA... PACIENCIA... PACIENCIA

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rosa

    ± 14 horas

    Excelente!! Nova fase daqui em diante...agora ministro técnico e não político.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    J.A.O

    ± 22 horas

    O grande desafio da ciência, ciência, ciência é se livrar da invasão de ``cientistas´´ com viés socialistas. Esses não atuam em prol do bem comum, mas sim em consonância com os interesses de suas causas utópicas. Observem que não são ouvidos qualquer cientista que defenda algo em prol do bem comum.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Fernando Cavalcante

    ± 24 horas

    Qu "Ciência", que nada. Com todo o conhecimento acumulado, tudo digitalizado, com supercomputadores, com total compartilhamento de informações entre todos os países, nem assim esta "Ciência" diz a que veio. Ninguém sabe o que a China fez conosco. Fecharam economias, criaram dívidas, tudo por puro terror, pânico criado pela mídia internacional, parceira dos chineses. Adoeceram o planeta e agora vendem equipamentos e vacinas. Negócio da China.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Michele Nogueira da Rocha

    ± 2 dias

    Ótimo! Escreva mais! Pois não esta fácil, a patota da "ciência" e do " fica em casa" esta asfixiando !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Michelle Tatiane Souza e Silva

    ± 2 dias

    Também tive dificuldade de achar o texto. Muito estranho... Exijo uma resposta porque estou pensando seriamente em cancelar minha assinatura. Vergonha!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Leonel Filho

    ± 2 dias

    Gazeta do povo escondeu esse brilhante texto sem qualquer chamada na página principal. Mesmo modus operandi que fez o estadão, recusando por ideologia porca o texto elucidativo do próprio herdeiro do periódico.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo

    ± 2 dias

    Um dos poucos consensos científicos que já existem hoje é o uso de EPI para os profissionais da saúde e evitar aglomerações. E o que fez Mandetta ao sair?... Reclamou que não há equipamentos de proteção individual (EPI) para esses profissionais... Ora, cara-pálida, até ontem, o ministro da saúde era você, e o que você fez a esse respeito? Outro consenso é se evitar aglomerações. E o que fizeram o ministro da saúde, Dória, Witzel durante o carnaval, no fim de fevereiro? Nada, ou melhor, caíram na folia. Deveriam ter proibido o carnaval, que foi o maior disseminador do vírus. Agora, posam de vestais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo

    ± 2 dias

    Concordo, Francisco. A palavra "ciência" está sendo prostituída na boca de muitos, mas que adotam posturas não-científicas. Na ciência, o consenso só é obtido pós várias aproximações sucessivas. Até lá, o contraditório é imprescindível para que as hipóteses sejam expurgadas. Mas a primeira coisa que os defensores da "ciência, ciência, ciência" fazem é calar a boca dos que contraditam. A verdade é que a ciência anda mais perdida do que cego em tiroteio, e não dá para cravar nada ainda. A criação de "consensos" imediatos é uma necessidade dos políticos, e não eles não deveriam estar usando o nome da ciência em vão.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Adhemar Ricardo Harada Ferreira

    ± 2 dias

    Expressou a opinião de quem vê apenas um inimigo: o vírus Qualquer, repito qualquer procedimento que vise salvar vidas e tenha um desempenho razoável para isso, deve ser tentado. Não temos tempo para esperar, o vírus está aí matando as pessoas. E falando em ciência, quantas teorias, que levaram um tempo enorme para serem elaboradas, foram desmentidas ao longo do tempo. "Quem sabe faz a hora, não espera acontecer".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nelson Correa

    ± 2 dias

    Muito bom texto. Pena que não apareceu para mim na pagina principal, estava em outros. Por que, GP?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    RSS

    ± 2 dias

    Excelente texto. E aí fica a pergunta: quando é que a covardia, ou desculpe, precaução do ex-ministro, ia permitir que através da ciência se curasse as pessoas?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.