Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Compotas de goiaba, brancas e vermelhas ou misturadas. Feitas em casa, fáceis e saborosas.
Compotas de goiaba, brancas e vermelhas ou misturadas. Feitas em casa, fáceis e saborosas.| Foto: Anacreon de Téos

Goiabas, goiabas, goiabas por toda parte.

Estamos em plena temporada, o preço da fruta nos mercados baixou (embora não tanto quanto deveria), mas, independentemente disso, as goiabeiras das chácaras, dos quintais, das ruas, de qualquer canto... estão carregadas.

E o ano é bom, as condições climáticas favoreceram a melhor produção e que tem a árvore em casa não está dando conta de tanta fruta, já caindo pelo chão. Sei por experiência própria, por mais que haja concorrência dos passarinhos.

O que fazer, então? Compota de goiaba.

E aí tem um fator importante, que, em alguns casos, impede o consumo da goiaba in natura: o bicho da goiaba. A prevenção exige paciência, para acompanhar o desenvolvimento do fruto desde o botão, que é quando a mosca da fruta deposita ali os ovos que vão gerar as larvas.

Bicho de goiaba também é goiaba – costumam dizer por aí. Era a máxima que ouvia já em criança, trepado nas goiabeiras da casa da minha avó Melica, em Tomazina. E não estava nem aí para os bichos. Mas sei que a maioria das pessoas não admite, principalmente quando a goiaba está bem madura, com o miolo mole, já que as larvas têm ali, nas sementes, o seu lar.

Mas seja qual for a goiaba, com bicho ou não, dá para fazer compota. Porque o miolo, com as sementes, vai ser descartado e, com ele, os bichos também estarão se despedindo.

A receita que tenho é bem caseira, fácil de fazer e dá ótimo resultado. Só precisa de algumas recomendações, como a de sempre utilizar frutas ainda firmes, verdes por fora, mas começando a amarelar nas pontas – use um descascador de legumes para descascar, é rápido, daí abra cada uma e retire o miolo com uma colher. Verdes demais não têm sabor e as maduras ficam moles, impedindo o descascar correto e invariavelmente se desmanchando no cozimento.

A receita tradicional pede somente água, açúcar e canela em rama, mas costumo (e gosto) usar um anis estrelado (um só, que tem sabor muito acentuado) para cada quilo de goiaba.

Ah, sim, vale tanto para a goiaba vermelha, mais conhecida, quanto para a goiaba branca. A única diferença mesmo é a cor.

Vamos à receita, então?

Compota de goiaba branca, menos conhecida, mas tão saborosa quanto a de goiaba vermelha.
Compota de goiaba branca, menos conhecida, mas tão saborosa quanto a de goiaba vermelha. | Foto: Anacreon de Téos

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Compota de goiaba caseira

Por Anacreon de Téos
Tempo de preparo1 hora
Rendimento2 vidros de 500 ml
PreparoFácil

Ingredientes

  • 1 kg de goiaba
  • ½ kg de açúcar (cristal ou refinado)
  • 4 pedaços de canela em pau
  • 2 xícaras d’água

Preparo

  1. Higienize bem as goiabas e então remova as cascas.
  2. Corte-as ao meio e retire as sementes. Reserve.
  3. Ponha em uma panela o açúcar, os paus de canela e a água.
  4. Leve ao fogo médio e mexa com uma colher de pau até o açúcar se dissolver.
  5. Assim que dissolver, pare de mexer e deixe ferver por 15 minutos ou até formar uma calda rala.
  6. Junte as goiabas, ajeite-as na panela e abaixe o fogo.
  7. Cozinhe até ficarem macias, mas sem desmanchar.
  8. Retire do fogo e deixe esfriar.
  9. Transfira para uma compoteira ou guarde em potes de vidro.
  10. Procure cobrir as goiabas com a calda, para melhor proteção contra os efeitos externos.

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

...

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]