i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Panela do Anacreon

Foto de perfil de Panela do Anacreon
Ver perfil

Novidades gastronômicas em Curitiba e receitas

Da chef Simone Matoso

Grés está servindo cardápio autoral diferenciado no Festival Bom Gourmet

  • Anacreon de TéosPor Anacreon de Téos
  • 17/11/2020 12:09
Polenta de beterraba com queijo Lua Cheia gratinado e molho de queijos – entrada do Grés do cardápio normal, que também está no menu do Festival Bom Gourmet.
Polenta de beterraba com queijo Lua Cheia gratinado e molho de queijos – entrada do Grés do cardápio normal, que também está no menu do Festival Bom Gourmet.| Foto: Divulgação

A nova edição do Festival Bom Gourmet está permitindo a revelação de alguns inspirados chefs e a confirmação de outros, que andaram um tanto apagados ou encobertos nos primeiros tempos do isolamento social. É que ninguém sabia como lidar com as coisas e, com isso, a cozinha autoral foi legada a segundo plano.

Dando uma espiada nos menus propostos, alguns me interessaram de pronto. A começar pelas sugestões do Grés Gastronomia e Empório, que apresenta um menu completo de R$ 69,90 com pratos que valorizam os ingredientes regionais e instigam a inspiração da chef Simone Matoso, talentosa cozinheira que acompanho e admiro desde os tempos que trabalhou com Délio Canabrava, Flávio Frenkel e, mais recentemente, como sous chef de Lênin Palhano, no Nomade.

As tampas das panelas Ceraflame como decoração de um dos salões do Grés.
As tampas das panelas Ceraflame como decoração de um dos salões do Grés. | Foto: Anacreon de Téos

O Grés foi inaugurado em plena pandemia, funciona onde anteriormente estava a Tartuferia Sao Paolo (escrevi aqui) e já vem obtendo ótimo retorno, apesar de todas as restrições de atendimento presencial que hoje temos de viver.

O local é bem bonito, o ambiente interno muito acolhedor, com um empório logo na entrada, onde são comercializados alguns produtos e insumos, facas artesanais de fabricação alemã e lindas panelas Ceraflame, aquelas desejáveis panelas de cerâmica que vêm lá de Santa Catarina e que pertence à mesma família dos proprietários do restaurante. Num dos salões, inclusive, a decoração da parede é toda de tampas de panelas Ceraflame. Muito bom gosto.

Pansotti de ricota, milho doce, bacon e erva-doce - prato principal do Festival Bom Gourmet no Grés.
Pansotti de ricota, milho doce, bacon e erva-doce - prato principal do Festival Bom Gourmet no Grés.| Fernando Zequinão/ Gazeta do Povo

Inspiração e sensibilidade

Mas é no cardápio que o Grés se sobressai ainda mais. A entrada que pedi chama a atenção já pelo visual. Ou melhor, antes disso, já quando se lê o nome no menu: Polenta de beterraba com queijo Lua Cheia gratinado e molho de queijos (R$ 23). Sim, polenta de beterraba, que, é claro, tem a cor vermelha. A base é o molho moído, mas daí, no preparo, entra também a beterraba cozida, dando um efeito final muito interessante.

O queijo Lua Cheia é um dos meus xodós mais recentes. Recebi recentemente em casa, na remessa normal do Clube do Queijo (i)Legal – selecionado pela Flavia Rogoski, do Bon Vivant - e me apaixonei por ele. Desde então sempre vou lá comprar e nunca falta por aqui. É um queijo mole, artesanal da Serra das Antas (MG), que tem uma cobertura de carvão comestível e vai evoluindo na geladeira a cada momento. E é justamente o queijo que cobre essa polenta, completando divinamente o prato, que está como entrada no cardápio de almoço do Festival Bom Gourmet. Daí dá pra completar a pedida com Pansotti de ricota, milho doce, bacon e erva-doce e terminar com Picolé de manga com curry e gengibre de sobremesa. Isso o que eu pediria, pois há mais opções no festival.

Risoto de camarão, stracciatella e tempura de espinafre, saborosa combinação de sabores.
Risoto de camarão, stracciatella e tempura de espinafre, saborosa combinação de sabores. | Foto: Anacreon de Téos

Quando estive lá foi um pouco antes do início do festival e pedi de prato principal um risoto que me chamou a atenção: Risoto de camarão, stracciatella e tempura de espinafre (R$ 74). Pedi por causa da stracciatella, que é um queijo como se fosse desfiado e macio, que serve – entre outras coisas – como recheio da burrata. Queria ver como ficaria. E ficou muito bom, derretendo em cima do risoto, que continha alguns camarões bem al dente, como devem ser. O toque do tempura de espinafre dá a crocância final ao prato.

Terminei minha pedida com um crème brûlée. Mas não qualquer um e sim um Crème brûlée de leite com laranja mandarin e perfume de rosas (R$ 25). Um toque de acidez da laranja e o perfume das rosas completam o paladar.

No Festival Bom Gourmet também tem um brûlée, que me parece bem interessante: é um Crème brûlée de café mocha, sobremesa incluída nos menus de almoço e jantar.

Confira todos os restaurantes e respectivos cardápios do Festival Bom Gourmet aqui.

Crème brûlée de leite com laranja mandarin e perfume de rosas.
Crème brûlée de leite com laranja mandarin e perfume de rosas.| Foto: Anacreon de Téos

Cada prato que Simone Matoso concebe tem um pouco dela, de sua inspiração de sua sensibilidade e de todo o carinho que a chef pretende passar aos seus comensais. É possível constatar nos cardápios, tanto do festival quando o normal, que ainda propõe pratos para compartilhar a preços bem interessantes. Para se ter uma ideia, uma Caldeirada de peixe, farofa de castanhas e arroz basmati em farta porção para compartilhar, fica por R$ 69.

Vale a pena ir lá. Vá para escolher um menu do Festival Bom Gourmet, veja tudo em volta, curta os pratos e fique de olho no cardápio normal, que é realmente bem atraente.

O horário de atendimento para os clientes do festival é de terça à domingo para almoço, das 11h30 às 16h, e, no jantar, de terça à sábado, das 19h às 23h.

| Foto: Anacreon de Téos

Grés Gastronomia & Empório

Rua Saldanha Marinho, 1582 - Bigorrilho

Fone e WhatsApp: (41) 3402-6270

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.