i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Araucária Nitrogenados

Petrobras faz nova tentativa de vender unidade fechada no início do ano na RMC

  • 28/09/2020 18:47
Araucária Nitrogenados SA volta à mesa de negociação
Araucária Nitrogenados SA volta à mesa de negociação| Foto: Reprodução

A Petrobras anunciou que tentará vender, mais uma vez, a fábrica de fertilizantes Araucária Nitrogenados S.A. (Ansa), na região metropolitana de Curitiba. Em material de divulgação do negócio publicado em seu site, a empresa indica que pretende concluir a primeira fase da privatização, o contrato de confidencialidade e conformidade com os interessados, ainda em outubro.

LEIA MAIS sobre empresas do Paraná

A Ansa está hibernada desde janeiro deste ano, quando a estatal decidiu interromper o funcionamento da fábrica e demitir seus quase 400 funcionários diretos. De acordo com comunicado da estatal ao mercado, “a retomada da produção da planta ou sua transformação para outro fim será de responsabilidade do futuro comprador”.

No teaser, a Petrobras destaca aos interessados as potencialidades da fábrica, como uma “perspectiva favorável para o crescimento da produção de fertilizantes nitrogenados no Brasil” e a uma “oportunidade de explorar uma plataforma única no setor de fertilizantes nitrogenados no Brasil”. A Ansa produzia 1.975 toneladas por dia de ureia e 1.303 toneladas por dia de amônia. “A capacidade de produção de ureia representaria aproximadamente 13% do consumo aparente de ureia no Brasil em 2019”, destaca o teaser.

A unidade está localizada ao lado da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), também em processo de venda.

Nova tentativa de venda, após fracasso em 2019

Essa não é a primeira vez que a Petrobras tenta vender a fábrica de fertilizantes em Araucária. Nos últimos anos, a estatal lançou edital de privatização da Ansa. Mas, após negociações frustradas e falta de interesse de compradores, a companhia anunciou a desistência do processo em novembro de 2019. O que culminou no fechamento da unidade dois meses depois.

Embora a Petrobras indique potencialidades da unidade, a justificativa para a privatização é de que a empresa tem acumulado perdas nos últimos anos. Em janeiro, a Petrobras sustentou que a Ansa teve prejuízo de R$ 250 milhões em 2019 e estimava perda de R$ 400 milhões para 2020. "No contexto atual de mercado, a matéria-prima utilizada na fábrica (resíduo asfáltico) está mais cara do que seus produtos finais (amônia e ureia) e as projeções para o negócio continuam negativas. A Ansa é a única fábrica de fertilizantes do país que opera com esse tipo de matéria-prima", escreveu, em comunicado.

Privatizada e “reestatizada”: conheça o histórico da Ansa

A Ansa tem um curioso histórico no portfólio do Petrobras. A empresa, fundada em 1982 com o nome Ultrafértil, já foi privatizada no passado. Em 1993, ela foi vendida para a multinacional Bunge. Nessa época, a unidade chegou a ser responsável por 42% dos fertilizantes produzidos no Brasil.

Em 2010, a Bunge negociou a empresa com a Vale Fertilizantes. Apenas três anos depois, o governo Dilma Rousseff (PT) decidiu comprar o ativo novamente.

De lá para cá, sustenta a Petrobras, a empresa viu a demanda pelo produzido por ali cair, até começar a gerar números negativos para a companhia.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • R

    Rafael

    ± 0 minutos

    Esta mulé é uma excelente compradora.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]