Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

RUA XV

Professor Galdino é agredido no Centro de Curitiba

Ex-vereador foi levado para o Hospital Evangélico

  • Tribuna do Paraná
  • Atualizado em às
 | Colaboração/Sandro Pedroso
Colaboração/Sandro Pedroso
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O ex-vereador de Curitiba e candidato a deputado estadual Professor Galdino (PSL) foi agredido na Rua XV de Novembro, na tarde desta terça-feira (28). Segundo testemunhas, ele teria sido “espancado” por um grupo, sobre o qual existe a suspeita de que seria composto por skinheads. Ele ficou caído, inconsciente, na esquina da Avenida Marechal Floriano Peixoto com a Rua XV de Novembro.

Não há mais informações sobre o estado de saúde do candidato, que recebeu atendimento de uma ambulância do Samu, por volta das 18h20. O motivo das agressões também é desconhecido.

>> Atualização: Saiba qual o estado de saúde do Professor Galdino nesta quarta-feira (29)

De acordo com o irmão do candidato, Edu Galdino, três homens vestidos com roupas “punks ou skinheads” se aproximaram do Professor Galdino sem aviso e o agrediram. “Estavam em três, mas um deles deu uma voadora com os dois pés nas costas dele. Com a violência do golpe, ele caiu com o rosto no chão, bateu a cabeça e chegou a ter convulsão”, contou à reportagem da Tribuna do Paraná.

Segundo Edu Galdino, apenas um dos homens agrediu o candidato. “Os outros ficaram só xingando e fugiram. Ele estava fazendo sua campanha, no contato corpo a corpo. É um absurdo isso”, reclamou. O candidato foi atendido por uma ambulância do Samu e conduzido ao Hospital Evangélico.

Leia também: Cachorro perdido vira segurança de shopping, se “aposenta” e ganha novo lar

O familiar disse que Professor Galdino ainda não havia acordado da pancada, por volta das 19h. “Ele está respirando, mas ainda não dá para saber se houve lesão ou fraturas mais sérias”, afirmou.

A sala de imprensa da Polícia Militar informou que a corporação não foi acionada para atender a essa ocorrência.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE