i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Análise

Economistas criticam medida

  • PorFolhapress
  • 19/10/2009 21:01

A tributação do capital estrangeiro terá o efeito indesejado de tirar investidores da Bovespa e elevar o custo do capital no país sem ser forte o suficiente para conter a depreciação do dólar, um movimento global que valoriza ativos reais como commodities e moedas de países produtores de matérias-primas, dizem analistas.

"Essa medida é maléfica para a bolsa. O Brasil se isola do resto do mundo, que tende a abrir seus mercados’’, critica o economista Nathan Blanche, especialista em câmbio.

Para Carlos de Thadeu de Freitas, ex-diretor do Banco Central, a taxação do capital externo elevará o custo da rolagem da dívida do governo, com eventual aumento dos juros da dívida pública, um gasto que deve ser superior à eventual arrecadação maior com o tributo. "Se o governo fez isso para arrecadar, vai aumentar o ganho com IOF, mas vai perder com a dívida. E o dólar não vai deixar de cair só por causa disso’’, disse.

"O que está acontecendo com o câmbio não tem muito a ver com especulação. O dólar cai aqui por causa das commodities, que viraram uma reserva de valor. Essa medida não vai frear a queda do dólar. Só vai encarecer o custo de capital no Brasil’’, disse Alexandre Jorge Chaia, professor de finanças do Insper.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.