O Brasil conquistou a medalha de bronze no Pré-Olímpico de basquete das Américas, na cidade chilena de Valdívia, ao vencer a Argentina por 73 a 41 na tarde deste domingo. A ala Micaela foi a cestinha da partida com 15 pontos. Ela ainda conseguiu um duplo-duplo, com 10 rebotes anotados.

A seleção feminina comandada pelo técnico Paulo Bassul não conseguiu o objetivo da vaga direta para Pequim, mas terá boas chances no Pré-Olímpico Mundial, às vésperas dos Jogos Olímpicos. Apesar da derrota por dois pontos para Cuba na semifinal, a participação de uma equipe totalmente renovada na competição foi de bom nível, com evolução no sistema defensivo, alta rotatividade em quadra, e mescla saudável de jovens atletas como a pivô Franciele, com experientes como a armadora Claudinha.

Brasil entra devagar

O Brasil começou o jogo meio sonolento, ainda sentindo a derrota para Cuba na véspera pela semifinal. Faltando quatro minutos para o fim do primeiro quarto, as brasileiras haviam marcado apenas quatro pontos. Após a pane inicial, a equipe enfim acordou, mas a Argentina, mais motivada para a partida, terminou o período inicial na frente por 15 a 13.

Outra disposição

No segundo quarto, a equipe verde-amarela voltou com outra disposição, principalmente graças às atletas que vieram do banco de reservas. O Brasil logo passou à frente com uma cesta certeira de três pontos de Karla. A ala Chuca também apareceu muito bem no ataque, e o Brasil foi para o intervalo com sete pontos de vantagem.

Êga se destaca

O terceiro quarto foi o melhor do Brasil. A versátil pivô Êga deslanchou em quadra, inclusive acertando uma bola de três pontos. Ela marcou nove pontos apenas neste período. A equipe soube trocar bolas em velocidade e apertar a marcação no garrafão para aumentar a vantagem para 20 pontos antes do último quarto.

Ritmo de treino

No quarto período o ritmo foi de treino. As duas equipes passaram longo tempo sem pontuar, até Micaela acertar uma bola certeira de três a cinco minutos do fim. As rivais "hermanas" marcaram apenas sete pontos em todo o período. O jogo já estava decidido em favor desta nova seleção brasileira, que oferece esperanças ao torcedor de que, a longo prazo, vai ter uma equipe capaz de enfrentar as melhores equipes do mundo de igual para igual.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]