Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Marcelo Oliveira reconhece as dificuldades, mas não abre mão da qualidade no Paraná de 2010 | Albari Rosa / Agência Gazeta do Povo
Marcelo Oliveira reconhece as dificuldades, mas não abre mão da qualidade no Paraná de 2010| Foto: Albari Rosa / Agência Gazeta do Povo

O Paraná Clube já contratou cinco reforços para a temporada 2010 – o lateral-direito Jefferson, o zagueiro Diego Correia, o volante Emanuel e os meias-atacantes Douglas e Márcio Diogo – e renovou oficialmente dois contratos (com o zagueiro Luis Henrique e com o volante Luiz Henrique Camargo). Com estas novidades nos últimos dias, o Tricolor para o próximo ano vai ganhando forma, com contribuição e otimismo do técnico Marcelo Oliveira.

O comandante paranista está em Belo Horizonte, mas nem por isso trabalhando pouco. Muito pelo contrário. A chegada de Márcio Diogo (vinculado ao Cruzeiro e que atuou com Oliveira pelo Ipatinga) foi uma indicação e uma contratação viabilizada graças aos contatos do treinador no futebol mineiro. De Minas Gerais podem aparecer outras caras novas, como a do lateral Marcos Rocha, do Atlético-MG. Este e outros nomes estão sob as vistas do técnico e da diretoria tricolor.

"Estamos reestruturando o elenco, é um trabalho árduo. Do Cruzeiro levamos um, já do Atlético-MG nós ainda dependemos das reuniões que eles estão tendo para vermos quem será disponibilizado. O Marcos é um bom nome, gosto do jogador, mas não sabemos se será possível ainda. Temos vários nomes, estou usando o meu conhecimento para que possamos buscar jogadores, dentro da realidade do Paraná, porém com qualidade. Vamos batalhar por isso", disse Marcelo Oliveira, por telefone, à Gazeta do Povo.

O técnico do Paraná confirmou à reportagem que o nome do goleiro Juninho (ex-Atlético-MG e Juventude-RS) foi outra indicação sua, contudo se recusou a dar outras pistas ou nomes que tenha indicado. Todavia, já adiantou: quer trabalhar com um elenco que gire em torno de 25 jogadores, com quatro goleiros. Ou seja, com um elenco atual de 13 jogadores com contrato ou com grande chances de renovar, somado aos cinco reforços já contratados, ainda faltariam mais sete atletas para chegar ao número considerado ideal pelo treinador.

"Queremos ter um time competitivo e capaz de cumprir os nossos objetivos. Tudo vai depender do avanço das negociações. Além de mim e da diretoria, o próprio Tico (auxiliar) está ajudando nesta busca por bons nomes. O andamento tem sido proveitoso eu diria, o encaixe está ocorrendo e nós estamos animados. Entretanto, temos que trabalhar", afirmou Marcelo Oliveira. O técnico aproveitou para falar sobre a "desconfiança" que paira sobre o seu nome, tanto de parte da torcida quanto da imprensa.

"No dia 4 de janeiro começamos a preparação e 15 dias depois estreamos no Campeonato Paranaense. Não teremos um time muito entrosado, mas em vista da globalização do futebol, espero conseguir aproveitar todas as informações para colocar em campo a melhor equipe possível. Pode ser que tenha gente no Paraná que não me conheça, mas o que eu quero é mostrar o meu trabalho, com muito empenho, sendo justo com todos", finalizou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]