Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

No dia em que acertou a sua permanência no comando do Paraná, o técnico Pintado não encontrou muitas palavras para explicar a apresentação ruim do time no Rio de Janeiro, onde os paranistas seguraram o 0 a 0 contra o Fluminense. A postura da equipe, segundo o treinador, foi surpreendente.

"Foi uma equipe irreconhecível, que esteve muito longe das atuações que vínhamos tendo. Acho que foi uma surpresa até para mim esse baixo rendimento, mas vamos continuar trabalhando", avaliou Pintado.

A respeito do jogo, o técnico do Paraná deu o seu ponto de vista sobre os erros dos seus comandados. "É difícil detectar apenas um fator para isso, mas acho que, sobretudo os nossos passes errados, em um gramado bom, dificultou. Mas isso não dá pra se explicar, creio que foi um dia ruim. Acho que temos que analisar a nossa atuação, mas sem esquecer que estamos levando um ponto".

Pintado também refutou a afirmação de que o Tricolor teria ido ao Rio apenas para empatar. A meta era a vitória, e depois de nove rodadas, o Paraná não precisa provar as suas condições. "É uma partida que temos que esquecer e pensar para frente. Faltou articulação, tiveram muitos passes errados, e a bola não chegou no Josiel. As condições da equipe foram provadas após todas essas rodadas. Temos que retomar aquele futebol de antes, do clássico", lembrou o treinador, adicionando que o empate em casa com o Atlético Paranaense instalou "um certo baixo astral no time".

Contra o lanterna América-RN, Pintado não espera moleza. "A grande certeza é que temos que trabalhar, continuar o nosso caminho. Não perdemos a referência, uma caída de rendimento em uma competição longa é normal, mas o importante é trabalhar e buscar manter o bom trabalho, e já vencer o próximo jogo", finalizou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]