Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
davi alcolumbre - andré mendonça - stf
Presidente da CCJ do Senado, Davi Alcolumbre sofre pressões para marcar a sabatina de André Mendonça, indicado por Bolsonaro ao STF| Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

No dia em que se completaram três meses da indicação de André Mendonça à vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o clima esquentou entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Bolsonaro criticou a demora para realização da sabatina do ex-ministro e afirmou que Alcolumbre “age fora das quatro linhas da Constituição”. O senador rebateu as críticas e disse que não aceitará ser “ameaçado” ou “chantageado”.

Por que a demora? O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), buscou colocar panos quentes e garantiu que a sabatina acontecerá nas próximas semanas. O programa Hora do Strike debateu os motivos obscuros pelos quais a indicação segue travada.

Enquanto isso no STF... O período de pacificação entre Bolsonaro e STF acalmou os ministros da Corte. Renan Ramalho mostra que, nos próximos meses, julgamentos que poderiam trazer dor de cabeça ao governo deverão ser evitados.

O podcast 15 Minutos debate a disputa entre evangélicos e Centrão que complica a indicação de André Mendonça ao STF.

Política, Economia e Utilidade pública

ICMS dos combustíveis. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto que altera a base de cálculo do ICMS, mirando na redução imediata dos preços dos combustíveis. Veja quais os percentuais de redução estimados. A proposta recebeu críticas de representantes dos governos estaduais.

PEC do Ministério Público. Entidades que representam os membros do Ministério Público criticaram a PEC que altera a composição do Conselho Nacional do MP. Para o promotor Paulo Penteado, a proposta não atende os interesses da sociedade. Já o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirma que a PEC representa o fim da impunidade.

Números da pandemia. O Brasil ultrapassou a marca de 100 milhões de pessoas que completaram o esquema vacinal contra a Covid-19. Isso representa 47% da população imunizada. Nesta quarta, foram registradas mais 176 mortes por Covid-19 e 7.852 novos casos da doença, segundo dados do Ministério da Saúde.

Giro pelo mundo. Como parte das investigações sobre a origem da pandemia de Covid-19, a China testará milhares de amostras de sangue de Wuhan. No Chile, a oposição apresentou um pedido de impeachment contra o presidente Sebastián Piñera. E o ator William Shatner se tornou a pessoa mais velha a viajar ao espaço.

Nossa visão  

A Petrobras na mira. Neste momento de crise no campo da energia e dos combustíveis, alimentada pela grave falta de chuvas e pela inflação internacional dos preços do petróleo, têm surgido disparatadas propostas, principalmente as destinadas a combater as altas de preços dos derivados do petróleo. Como sempre ocorre nestes momentos, a Petrobras é colocada no epicentro da confusão. Veja um trecho da opinião da Gazeta:

Abrir o mercado brasileiro de petróleo e combustíveis é algo que pode ser feito ou privatizando a Petrobras, seja inteira ou em lotes; ou mantendo a estatal, mas oferecendo condições para que empresas privadas possam competir de igual para igual, acabando de vez com um monopólio que, na lei, foi extinto em 1997, mas permaneceu na prática. Qualquer ideia neste sentido merece ser discutida sem posição a priori, sem fanatismo e sem tabu.

Leia o editorial na íntegra

O que mais você precisa saber hoje

Covid-19. Ataques ao CFM: como o conselho virou alvo do consenso politicamente correto da pandemia

Empresas. Ameaça ao crescimento: por que o investimento privado sofre para decolar no país

Ideologia de gênero. Militante trans diz que crianças não têm gênero e que pais não devem “impor” padrões

Literatura. “Kallocaína”, a distopia desconhecida que inspirou George Orwell

Colunas e artigos

Prisão por transfobia. Uma escola norte-americana escondeu um estupro ocorrido em seu interior. Não bastasse isso, conseguiu com que o pai que denunciou o caso fosse preso por transfobia. Em sua coluna, Madeleine Lacsko detalha como isso aconteceu.

Thaméa Danelon explica por que a PEC 5/21 representa um ataque à independência do Ministério Público.

Daniel Lopez analisa a crise energética mundial e diz por que você nunca mais sairá de casa.

Para inspirar

Como ter um dia mais feliz. Existem dias bons e dias ruins. Atrasos, falta de organização e imprevistos são alguns dos fatores capazes de tornar um dia menos produtivo. Mas é possível driblar esses obstáculos. O Sempre Família listou seis passos para ter um dia mais feliz. Tenha um ótimo dia!

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]