i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Publicidade do governo federal

PF investiga financiamento do governo federal a sites antidemocráticos

    • Estadão Conteúdo
    • 18/09/2020 22:31
    PF investiga financiamento do governo a sites antidemocráticos
    Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores na rampa do Palácio do Planalto.| Foto: Isac Nóbrega/PR

    A Polícia Federal investiga se o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) direcionou verbas de publicidade para financiar páginas na internet dedicadas a promover manifestações contra a democracia. Um relatório parcial da PF, elaborado em julho no âmbito do inquérito que apura a organização e financiamento de atos antidemocráticos, envolve pela primeira vez o Palácio do Planalto diretamente no caso.

    Apoiadores e aliados bolsonaristas chegaram a ser presos, tiveram endereços vasculhados e prestaram depoimentos às autoridades no curso das investigações, abertas em abril. A relação do grupo com o governo chegou às autoridades através da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, que repassou informações sobre anúncios da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) em sites e páginas ligadas aos investigados.

    A delegada Denisse Dias Rosas Ribeiro afirma no relatório que o objetivo da investigação é saber se o governo federal agiu deliberadamente, com base em critérios ideológicos, ou por omissão no financiamento dessas páginas.

    "A investigação tem o objetivo de checar se essa ocorrência se deu por culpa ou por ação ou omissão deliberada de permitir a adesão da publicidade do governo federal, e a consequente monetização, ao conteúdo propagado. Outro ponto a ser elucidado (e que complementarão a análise do material já em curso) é se essa conduta ocorreu por vínculos pessoais/ideológicos entre agentes públicos e os produtores de conteúdo ou mesmo por articulação entre ambos", escreveu a delegada.

    A Polícia Federal apura ainda se os gestores públicos buscaram usar mecanismos disponibilizados em ferramentas de publicidade para evitar que as mensagens do governo chegassem a sites que disseminam ataques às instituições democráticas.

    "Não há informações que indiquem se os agentes públicos responsáveis, dolosa ou culposamente, criaram critérios objetivos (palavras-chave, filtros ou bloqueios) que evitassem que a propaganda do governo federal fosse veiculada e monetizasse canais que difundem ideias contrarias às professadas pelo Estado democrático de Direito, permitindo (i.e., não impedindo), com tal prática, que ocorresse o repasse de recursos públicos com a intermediação de ferramentas tecnológicas a tais canais das redes sociais", diz o relatório.

    O documento também coloca sob suspeita que vínculos do grupo investigado por promover atos antidemocráticos com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, chefiado por Damares Alves. A Polícia Federal aponta que a militante Sara Fernanda Giromini e o jornalista Oswaldo Estáquio ocuparam cargos na pasta.

    "A natureza e a origem desses vínculos e as relações entre essas pessoas e agentes públicos com atuação nessa pasta merece aprofundamento, para corroborar ou eliminar a asserção feita no corpo da hipótese criminal de que tais contratações seriam também uma forma de distribuir fundos aos propagadores/operadores", defende a PF.

    Procurado, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos informou que "A ex-servidora Sara Giromini e o ex-funcionário terceirizado Renan Sena, quando indiciados, não pertenciam mais ao quadro funcional do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Desconhecemos qualquer investigação que envolva a secretária Sandra Terena. Todos os membros deste Ministério estão tranquilos para prestar qualquer informação que se fizer necessária para que os fatos sejam elucidados".

    6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 6 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    • I

      IvoHM

      ± 52 minutos

      É bom ter sempre em mente que a petezada vive falando coisas como "Precisamos defender a NOSSA democracia" ou "Bolsonaro é uma ameaça à NOSSA democracia". Pois bem quando eles falam assim, na verdade estão se referindo à democracia praticada na Rep. Democrática da Coréia do Norte ou na antiga República Democrática Popular da Alemanha, ou seja , o COMUNISMO. Isto é a tal da dialética, que resumidamente significa: COMUNISTA FALA TUDO AO CONTRÁRIO DO QUE QUER DIZER. E como os jornalistas são em sua maioria comunistas, é isto que eles estão fazendo: acusando de antidemocráticos os conservadores de direita, criminalizando o ato de defender o Presidente Bolsonaro. É muita calhordice.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • M

      Meg Litton

      ± 2 horas

      PF anda desocupada assim?!?!?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • E

      Edu Souza

      ± 3 horas

      BABOSEIRA DO KRLHO !! VÃO TRABALHAR CAMBADA DE ENCOSTADOS

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • D

      dr faufenefene

      ± 3 horas

      A gazetimha é um deles...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • B

      Brasil Brasileiro

      ± 4 horas

      Não acharam nada e nunca acharam, porque não tem nada! Mas, eu pergunto: "E os governos petistas que deram milhões de reais a blogs, humoristas, canais de TV e emissoras de rádio, revistas e jornais, etc... ?" Por que eles também não estão sendo investigados ? Isso só prova que aqui é o país das bananas!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]

    • Z

      Zyss

      ± 5 horas

      Essa delegada não tem o que fazer? Agora criticar o congresso e o STF virou atos antidemocráticos. Que tal investigar os partidos que tem comunismo e socialismo no meio? Isso sim é contra a democracia.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • Máximo 700 caracteres [0]