i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança

Enfermeira do sistema penitenciário é sequestrada e encontrada amarrada em SJP

Vítima foi levada por dois homens que a abordaram no bairro Bigorrilho, em Curitiba; as mãos dela foram amarradas

  • PorPatricia Pereira
  • 22/03/2013 15:46

Uma enfermeira do sistema penitenciário foi sequestrada na manhã desta sexta-feira (22) e encontrada cerca de meia hora depois, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A vítima estava em Curitiba, quando foi abordada por dois homens, que levaram o carro dela.

Segundo a Polícia Militar (PM), os criminosos apanharam a mulher na Rua Carlos de Carvalho, no Bigorrilho, por volta das 11 horas. Ela foi encontrada com as mãos amarradas em um milharal na Rua Rosa Moura Machado, no bairro Jardim Jurema, por um policial militar aposentado que passava pelo local.

A vítima contou à polícia que não reconheceu a dupla responsável pelo crime, e o caso, a princípio, é encarado como um assalto, informou a PM. O carro dela não tinha sido encontrado até a tarde desta sexta-feira.

A mulher também não apresentava sinais de agressão, conforme a PM. Ela foi deixada em casa, na companhia do marido. O caso será encaminhado para a Polícia Civil.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.