i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CIANORTE

Polícia flagra mulher e adolescente transportando drogas em ônibus de turismo

Juntas, as duas levavam quase dois quilos de cocaína e crack, cujo destino era Londrina

  • PorThiago Ramari
  • 20/04/2010 05:35

Os flagrantes aconteceram durante uma fiscalização de rotina. Tanto Dalila como a adolescente são moradoras de Mundo Novo-MS.

Uma mulher de 27 anos e uma adolescente de 15 anos foram flagradas transportando drogas em um ônibus de turismo, por volta das 3h desta terça-feira (20), no posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Cianorte. Dalila Aparecida da Silva levava 1,05 quilo de cocaína pura e a adolescente, que viajava com uma identidade falsa, carregava 950 gramas de crack. O ônibus vinha de Dourados-MS e seguia para Londrina.

Os flagrantes aconteceram durante uma fiscalização de rotina. Tanto Dalila como a adolescente são moradoras de Mundo Novo-MS. Segundo o oficial de comunicação da 4ª Companhia de Polícia Rodoviária, sargento Cláudio Roberto Rafaelli, Dalila primeira foi encaminhada para a delegacia de Cianorte. A adolescente deverá ser levada ao Conselho Tutelar, para que a família dela seja comunicada.

O sargento acrescenta que as duas eram "mulas" de um esquema de drogas. Dalila receberia R$ 500 pelo transporte da cocaína e a adolescente, R$ 950. "Como a cocaína era pura, é possível fabricar cinco quilos a partir da quantidade apreendida", afirma. "Já os 950 gramas de crack dariam cerca de 4.700 pedras, que seriam provavelmente vendidas a R$ 10 cada."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.