i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Três adolescentes que balearam major da durante assalto PM são presos

Todos portavam revólver no instante em que foram detidos. Segundo a PM, eles confessaram o crime e disseram que gastaram o dinheiro roubado de lotérica

  • PorFelippe Aníbal
  • 15/09/2010 16:45

Três adolescentes foram apreendidos, na tarde desta quarta-feira (15), em Curitiba, acusados de terem assaltado uma casa lotérica que fica dentro de um supermercado, no bairro Portão. O crime aconteceu no dia 3 de setembro e, na ocasião, o major aposentado da Polícia Militar (PM), Mário Kuczynski, tentou reagir ao roubo e foi atingido por um tiro no pescoço.

O primeiro adolescente foi detido no início da tarde, no bairro Cajuru, quando trafegava com uma motocicleta com alerta de furto. Os policiais abordaram o menor e encontraram um revólver calibre 38. De acordo com a PM, o rapaz confessou que participou do assalto da lotérica e indicou os outros dois autores do crime.

Com as informações, equipes das Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (Rone), da PM, fizeram uma operação para localizar os outros acusados. De acordo com a PM, 14 policiais participaram da ação e apreenderam os dois adolescentes em uma favela do bairro Parolim. De acordo com o tenente João Valdemar Serpa, os acusados têm 17 anos e portariam revólveres calibre 38 no instante da apreensão.

O sargento Anísio Moreira, que participou da operação, disse que os menores confirmaram que participaram do assalto. Um deles teria confessado que atirou no policial reformado. "Eles disseram que o major quis impedir o roubo e que eles ficaram com medo de ‘perder’. Por isso, acabaram atirando", disse o sargento.

Os adolescentes teriam contado aos policiais que roubaram R$ 14 mil da lotérica e que o dinheiro teria sido gasto posteriormente em viagens ao litoral e em casas noturnas. Os três menores apreendidos foram encaminhados à Delegacia do Adolescente.

De acordo com a PM, o major Kuckzynski continua internado em uma unidade hospitalar, mas está fora de perigo. O policial reformado está passando por procedimentos de reabilitação para restabelecer o movimento das pernas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.