Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Receita de cordeiro para a Páscoa. Porque na Páscoa se come cordeiro, não bacalhau
Receita de cordeiro para a Páscoa.| Foto: Bigstock

Receita de Páscoa – é o que me pede a editora Deise Campos aqui do nosso Bom Gourmet.

Cordeiro, claro – foi o que pensei na hora. E já tratei de providenciar.

Porque, ao contrário do que a grande maioria das pessoas acredita, não se come bacalhau no Domingo de Páscoa e sim na Sexta-feira Santa. Pelo menos não é o que a tradição recomenda.

Aliás, é uma tradição que vem desde a antiguidade.

O Antigo Testamento registra a comemoração da passagem do Mar Vermelho pelos judeus, deixando o Egito, onde eram escravos. O cordeiro era sacrificado no templo, no primeiro dia da Páscoa, como memorial da libertação do Egito, na qual o sangue do cordeiro foi o sinal que livrou os seus primogênitos.

O costume se arraigou por outros povos, especialmente entre os católicos, que não comiam carne durante a Quaresma (ultimamente não mais tanto, mas preservam basicamente a Semana Santa) e tinham no domingo da ressurreição justamente a data para consumir o cordeiro, símbolo da ressurreição, o “cordeiro de Deus”.

Nada mais inspirador, portanto, para um cordeiro no almoço de domingo, depois dos peixes e do bacalhau da Sexta-feira Santa.

O tradicional era o cordeiro inteiro – ou pelo menos um de seus quartos. Mas a sugestão que aqui vai explora o delicado e marcante sabor das costeletas, nem sempre tão consumidas no dia a dia, embora tenha presença constante nos cardápios dos restaurantes contemporâneos.

Vamos, pois, às “Costeletas de cordeiro com risoto de brie e pupunha”?

Prato fácil de fazer, tendo o cuidado de não deixar passar muito a carne. O melhor ponto de textura e sabor é quando o miolo está bem rosado. Pode apostar que dá certo. Quanto ao risoto, nenhum segredo, apenas seguindo a linha normal de execução se chega lá.

Vamos às receitas?

Costeletas de cordeiro com risoto de brie e pupunha

Por Anacreon de Téos
Tempo de preparo1 hora
Rendimento2 porções
PreparoFácil

Ingredientes

  • Cordeiro
  • 1 carré de cordeiro separado em costeletas
  • 30 ml de azeite de oliva
  • Sal do Himalaia e pimenta-do-reino moída na hora
  • Risoto
  • 20 ml de azeite de oliva
  • 7g de alho socado
  • 10g de cebola picada
  • 80g de arroz carnaroli ou arbóreo
  • 50g de palmito pupunha em pedacinhos
  • 80 ml de vinho branco seco
  • ½ litro de caldo de legumes (feito em casa, de preferência)
  • 50g de queijo brie em pedaços
  • 15g de manteiga
  • sal a gosto
  • pimenta-do-reino (moída na hora)
  • salsinha picada

Preparo

  1. Tempere as costeletas de cordeiro com sal do Himalaia e pimenta-do-reino, ambos moídos na hora.
  2. Comece o risoto.
  3. Em uma panela aqueça o azeite, doure o alho e a cebola e acrescente o palmito pupunha em pedacinhos.
  4. Refogue rapidamente e acerte o sal e a pimenta-do-reino
  5. Coloque então o arroz e o vinho branco, mexa e deixe reduzir um pouco o vinho e aos poucos vá acrescentando o caldo
  6. Quando o arroz estiver al dente, acrescente o brie e a manteiga. Salpique com salsinha.
  7. Enquanto faz o risoto, aqueça o azeite numa grelha ou panela de ferro e doure as costeletas rapidamente dos dois lados. Pouco mais de um minuto, para o interior rosado.
  8. Reserve em lugar aquecido.
  9. Monte o prato, com o risoto moldado em aro e as costeletas em volta.

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: http://anacreonteos.blogspot.com/

Twitter: http://twitter.com/AnacreonDeTeos

E-mail: a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]