i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vídeo

Entenda em 1 minuto: tese da PGR contra bloqueio de perfis no Facebook e Twitter

  • PorGazeta do Povo
  • 16/08/2020 16:50

O Procurador Geral da República, Augusto Aras, saiu em defesa dos perfis que foram bloqueados pelo Facebook e Twitter após a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

>> Saiba tudo sobre a corrida pela vacina da Covid-19

Mas por que Augusto Aras defendeu os perfis bloqueados no inquérito das fake news? Entenda com a gente em um minuto.

De acordo com Aras, as contas bolsonaristas que foram banidas das redes sociais faziam críticas legítimas, que fazem parte da livre circulação de ideias que é fundamental em uma sociedade aberta.

A informação é do jornal Folha de São Paulo, que teve acesso à manifestação do procurador, ainda em maio. Portanto, foi antes da suspensão dos perfis.

No texto, Aras argumenta que o bloqueio das constas seria uma medida desproporcional que violaria a liberdade de expressão. Quando o ministro Alexandre de Moraes votou pela legalidade do inquérito, em junho, rebateu o argumento dizendo que o teor das mensagens não se enquadrava em liberdade de expressão.

Entre os nomes que tiveram contas suspensas no Facebook e Twitter, estão o empresário Luciano Hang, o ex-deputado federal Roberto Jefferson e o blogueiro Allan dos Santos.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • P

    Pedro Maome Machado

    ± 0 minutos

    Esse "inquérito" do fim do mundo é um absurdo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]