i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vídeo

Entenda em 1 minuto: as mudanças na propaganda das eleições 2020

    • PorGazeta do Povo
  • 08/09/2020 10:53
  • Atualizado em 11/09/2020 às 12:34

As eleições de 2020 vão ter algumas novidades. Além da data, as regras da propaganda eleitoral também sofreram alterações. Entenda essas mudanças com a gente em um minuto.

>> Quem terá a primeira vacina confiável contra a Covid-19?

As mudanças feitas são para atualizar a lei das eleições de 1997 que, basicamente, proibia qualquer forma de propaganda na internet.

>> Serviço: Pesquisa Eleitoral 2020
>> Serviço: saiba como votar

Propaganda eleitoral

A primeira e mais importante alteração é no impulsionamento de propagandas eleitorais na internet.

Isso é válido para impulsão nas redes sociais, para buscadores como o Google, para obter posições de destaque e até para palavras do Google Ads.

A condição é que o contrato seja feito diretamente com a plataforma, que precisa ter representantes oficiais no Brasil.

Além disso, é preciso indicar que o conteúdo é impulsionado ou patrocinado. E mais: é proibido denegrir a imagem de outros candidatos.

Também passa a ser proibido o uso de perfis fakes e robôs. É proibido o cadastro de conteúdos eleitorais em serviços online com essa finalidade, por exemplo.

Outra mudança é a remoção de conteúdo, que também poderá acontecer e os provedores podem ser penalizados caso descumpram ordem da justiça eleitoral.

A multa pode chegar a R$ 30 mil.

O direito de resposta também é aplicado ao conteúdo veiculado na internet. E ele deverá acontecer nas mesmas condições, inclusive se foi impulsionado.

Por fim, a lei também determina o controle de gastos na internet. Ele vai ser incluído no controle que já é feito, inclusive para propagandas impulsionadas.

Calendário eleições 2020

Nas eleições 2020 serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.570 municípios brasileiros. Depois do adiamento, devido a pandemia da Covid-19, ficou determinado que o primeiro turno vai ocorrer no dia 15 de novembro e o segundo no dia 29. O calendário eleitoral, com a alteração das datas de julho para agosto, já foi divulgado. Algumas regras mudaram, caso das coligações que agora só podem ser feitas para eleger os prefeitos e estão proibidas para os candidatos a vereadores. Veja como ficaram algumas determinações e prazos para as eleições 2020.

  • Setembro
  • 26 de setembro*
  • Último dia para registrar candidaturas na Justiça Eleitoral. Além disso, é quando começa a propaganda eleitoral gratuita no rádio, televisão e na internet.
  • Novembro
  • 15 de novembro*
  • Dia da eleição (primeiro turno).
  • 29 de novembro*
  • Dia do segundo turno, se tiver.
Conteúdo editado por:Rodrigo Fernandes
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.