Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Carro coberto pela lama, que começa a secar: cheia do rio devastou o município de Sengés | Henry Milleo/Gazeta do Povo
Carro coberto pela lama, que começa a secar: cheia do rio devastou o município de Sengés| Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo
  • As ruas do centro de Sengés ficaram cobertas pela lama trazida pela enchente depois que a água baixou
  • Em Tomazina, o Rio das Cinzas subiu dez metros e alagou cerca de 40 residências e várias lojas
  • Area rural de Arapoti também foi afetada pelo grande volume de chuva

Quatro municípios paranaenses, São José da Boa Vista, Tomazina, Pinhalão e Arapoti, todos do Norte-Pioneiro, decretaram situação de emergência por causa da chuva que atingiu o estado entre os dias 29 de janeiro e 3 de fevereiro. Até esta quinta-feira (4), a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil havia registrado estragos em 31 cidades, o total de pessoas afetadas passava de 65 mil.

As PRs 151 e 239, que dão acesso a Sengés, um dos municípios mais afetados, continuam bloqueadas. O sistema de telefonia móvel foi restabelecido, mas aproximadamente 15% dos moradores permanecem sem água e 5% sem energia elétrica. A Defesa Civil informou que perto de 100 pontes e galerias pluviais foram afetadas na região do Norte-Pioneiro.

As fortes chuvas deixaram cinco mortos em Sengés. Três das vítimas eram da mesma família. Eles morreram após a casa onde estavam ter sido arrastada pela força da água. A chuva deixou 838 desabrigados (não tinham para onde ir e foram instaladas em abrigos públicos) e 3.313 desalojados (transferidos para casas de parentes e amigos).

Nesta quinta-feira, mais três municípios encaminharam relatórios de estragos a Defesa Civil, Querência do Norte, Bandeirantes e Santa Amélia. Os outros municípios afetados são Almirante Tamandaré, Arapoti, Araucária, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Doutor Ulisses, Guarapuava, Ibaiti, Ibiporã, Jaboti, Jaguariaíva, Pinhalão, Pinhais, Piraquara, Ponta Grossa, São José da Boa Vista, Sapopema, Sengés, Tomazina, Wenceslau Braz, São Jerônimo da Serra, Siqueira Campos, Paranacity, Ortigueira e Santo Antônio da Platina.

Doações

Na quarta-feira (3) foi lançada uma campanha para arrecadação de donativos para as cidades atingidas pelas chuvas. A Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) criou a campanha "Os Campos Gerais por Sengés". O Paraná Clube também vai receber donativos neste fim de semana. A direção do clube quer aproveitar a presença de cerca de 8 mil pessoas no clássico com o Atlético, no domingo à tarde, na Vila Capanema, para promover a campanha "SOS Norte Pioneiro".

A entrega dos donativos a Sengés será agilizada após a construção de desvios temporários. A concessionária Rodonorte prevê que, se não chover, até sexta-feira os desvios do quilômetro 8 da rodovia PR-239 (acesso a Itararé-SP) e do quilômetro 182 da PR-151 (acesso a Jaguariaíva) estarão prontos. Por enquanto, para chegar à cidade é preciso usar uma estrada de terra em condições precárias.

As prefeituras de Tomazina e Sengés abriram contas correntes no Banco do Brasil para receber doações. Os depósitos podem ser feitos na conta nº 10.000-5, agência nº 4786-4 (para Tomazina) e na conta nº 15.085-1, agência nº 2677-8 (para Sengés).

O Ministério Público do Paraná informou que está apoiando a iniciativa e vai fiscalizar todo o processo de arrecadação e de aplicação dos recursos provenientes das doações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]