Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Usina fotovoltaica da Lojas MM em Piraí do Sul: grupo paranaense vai expandir a própria produção de energia solar.
Usina fotovoltaica da Lojas MM em Piraí do Sul: grupo paranaense vai expandir a própria produção de energia solar.| Foto: Divulgação Lojas MM

A Lojas MM vai expandir a produção própria de energia elétrica para abastecer integralmente até 2028 as mais de 200 filiais da rede no Paraná e outros três estados em que atua: Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Siga as últimas notícias de negócios no estado pelo Linkedin da Paraná

Nesta semana, a varejista paranaense que vende móveis e eletrodomésticos anunciou investimento de R$ 8 milhões em duas frentes, dentro da meta de conquistar o certificado de empresa consumidora de energia 100% renovável. O uso de energia limpa faz parte do manual de governança do grupo varejista com sede em Ponta Grossa, nos Campos Gerais

A primeira frente é a instalação de mais dois complexos de energia solar em Ponta Grossa. A outra parte da expansão é a instalação de painéis fotovoltaicos nas 25 lojas em que o grupo é proprietário do imóvel.

A expansão vai gerar cerca de 200 mil quilowatts por hora, volume semelhante ao que a Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) estima para abastecer 1,3 mil residências com média individual de consumo de 150 quilowatts por hora. Com o reforço, a MM vai abastecer todas as 153 lojas no Paraná somente com energia elétrica produzida nas usinas fotovoltaicas.

Produção própria atual

A rede varejista de 2 mil colaboradores já produz parte da própria energia que consome. Das 200 lojas, 65% são atendidas por energia de outras duas usinas solares próprias, além de hidrelétricas em que a MM é cooperada com outras empresas.

Só no Paraná, 81% dos pontos de venda da MM consomem energias renováveis limpas. A maior parte dessa energia, 90%, é produzida em parceria com outras empresas na Hidrelétrica de Prutentópolis, que abastece 125 das 153 lojas no estado.

A MM ainda conta duas usinas fotovoltaicas próprias na região dos Campos Gerais, um em Piraí do Sul e outra em Carambeí. Essas unidades geradoras abastecem as quatro lojas da rede que mais consomem energia elétrica.

“Estimular a geração de energia limpa faz parte do compromisso da MM com o desenvolvimento sustentável", afirma o vice-presidente comercial de inovações do grupo, Marcio Pauliki. "Isso também está alinhado com os princípios ESG para atuar em práticas administrativas que envolvem uma sociedade igualitária, um meio ambiente sustentável e uma gestão transparente”, complementa o vice-presidente.

Mais expansão

A varejista planeja expandir ainda mais a produção energética limpa nos outros estados onde atua. O plano é instalar uma usina fotovoltaica em Santa Catarina e uma no Mato Grosso do Sul.

Em Santa Catarina, o grupo integra a Cooperativa de Geração Compartilhada de Energia Elétrica (Cogecom). Lá, a MM utiliza energia da Hidrelétrica de Arabutã para abastecer 21 das 32 lojas catarinenses.

Fundada em 2017 em Curitiba, a Cogecom é a primeira cooperativa do país de geração de energia. Vinculada à Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), a Cogecom tem 12 mil cooperados em sete estados nos segmentos de lojas, hotéis, restaurantes, panificadoras, farmácias, postos de combustíveis, pequenos mercados, entre outros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]