i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Derrubada de avião

Tensão entre Damasco e Ancara adquire dimensão internacional

Ancara, que acusa Damasco de ter derrubado o avião sem advertência quando ele voava no espaço aéreo internacional, e não no espaço aéreo sírio, entregou uma nota de protesto oficial à Síria

  • PorAFP
  • 25/06/2012 05:39

A Turquia obteve uma reunião da Otan, que será realizada na terça-feira, depois que um de seus aviões caça foi derrubado pela Síria, dando uma nova dimensão internacional à crise no país, onde o balanço da violência aumenta a cada dia.

Ancara, que acusa Damasco de ter derrubado o avião sem advertência quando ele voava no espaço aéreo internacional, e não no espaço aéreo sírio, entregou uma nota de protesto oficial à Síria.

Já a Síria afirmou que o avião "violou a soberania síria", afirmou nesta segunda-feira o porta-voz da chancelaria do país, Khihad Makdessi.

"O avião militar turco violou o espaço sírio, as defesas aéreas sírias responderam e (a aeronave) caiu em águas territoriais sírias. O ocorrido é uma violação flagrante da soberania síria", acrescentou Makdessi em uma coletiva de imprensa.

Os principais países ocidentais, liderados por Estados Unidos e França, se mobilizaram, considerando inaceitável este ato grave.

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, prometeu trabalhar com Ancara para uma reação apropriada a este incidente que ela classificou de "descarado", denunciando a ausência de respeito pelas "leis internacionais, pela vida humana, pela paz e pela segurança" por parte das autoridades sírias.

Seu colega francês, Laurent Fabius, também denunciou na segunda-feira um ato inaceitável.

"Este avião estava desarmado e realizava um voo de rotina. Foi derrubado sem que tenha havido uma advertência prévia", disse.

Em terra, os últimos dias foram particularmente sangrentos, com quase uma centena de mortes a cada dia.

No domingo, a repressão e os combates entre o exército e os rebeldes deixaram ao menos 91 mortos em todo o país, dos quais 59 civis, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Nesta segunda-feira, as forças do regime bombardearam os bairros da cidade rebelde de Homs (centro), onde um civil morreu durante a noite por disparos de um franco-atirador.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.